segunda-feira, 25 de janeiro de 2021

Jogos online

     Já fizemos alguns atendimentos onde nos deparamos com espíritos vampirizando os usuários de jogos online (veja os posts Gamer, de 18/2/2020, Kratos, de 31/10/2013 e Minecraft, de 13/7/2020)  e esse é mais um desses. O jovem que atendemos, um adolescente de 16 anos que vive dentro do quarto envolvido com jogos online e que só sai para se alimentar, perfil de milhares de jovens classe média no Brasil, estava vivendo desdobrado dentro de um jogo desses, parecido com o LOL, um jogo de estratégia onde equipes se enfrentam com o intuito de uma destruir a base da outra.


    Na dimensão astral onde estava desdobrado o adolescente era um homem grande e muito musculoso que lutava com um machado duplo medieval juntamente com outros guerreiros contra um grupo inimigo. O espírito que os vampirizava escolhe uma equipe que está jogando online, momento em que estão desdobrados jogando no astral também, e toma a forma de um dos jogadores.

    No astral a equipe onde está esse espírito vence e cada vida que um dos adversários perde, quando morre no jogo, a energia dele vai para esse espírito, que passa o tempo todo ligado nesse jogo e nos jogadores online os vampirizando, pulando de uma equipe para outra.

    No momento que fizemos o atendimento havia mais de 15.000 jogadores online no mundo todo jogando esse jogo e ele absorvendo a energia de todos. Após isolar o espírito e cortar a ligação deles com os jogadores online eu o incorporei num medium e conversamos um pouco, apesar dele estar com muito ódio e não querer falar.

    Em sua última encarnação esse espírito foi um geek, trabalhava com computação, design gráfico e imagem digital, e morreu aos 57 anos de ataque cardíaco, era obeso e não fazia nenhum atividade física; era viciado em jogos de computador, que não  eram online como agora mas que também eram usados para vampirizar as pessoas. Ele vivia nos Estados Unidos e faz uns 20 anos que está morto.

    Perguntei se ele encontrou o espírito que o vampirizava depois que ele morreu e ele disse que não, que foi descartado assim que morreu, mas que é inteligente e aprendeu como fazer. Nesse jogo que ele estava conectado, que não consegui descobrir o nome pois não sou adepto de jogos, ele inspirou o criador a fazer alguns personagens aos quais ele se conecta para jogar.

    Apagamos a memória dele e o encaminhamos para a fila da reencarnação. O jovem adolescente que atendemos a pedido da mãe estava com comportamento arredio, sem querer contato com ninguém, e ultimamente tem sentido muita dor de cabeça e dores no corpo, até febre, que são resultado das batalhas que trava em desdobramento no jogo, onde é ferido no corpo astral e acaba sentindo no corpo físico também.

    Cortamos a conexão do espírito com os jogadores online e eu disse a ele que o faria reencarnar em breve, ele na hora pensou que queria reencarnar no Japão, pois também era viciado em animes e manga pornô, mas não sei onde ele vai nascer, provavelmente aqui pelo Brasil mesmo.

Leia também Jogos online 2

    Gelson Celistre

Nenhum comentário:

Postar um comentário