quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Reiki em hospitais

Uma internauta, que acompanha nosso blog e o nosso grupo do yahoo há algum tempo, acabou sendo atacada por entidades trevosas por ter repassado os relatos sobre o reiki para seus conhecidos. Inicialmente foi uma sensação ruim, ao deitar sentiu-se estar congelada, mas alguns dias depois, em suas orações, ela lembrou-se das dificuldades pelas quais poderíamos estar passando por conta desse nosso trabalho com o reiki e orou por nós. Desde então, isso ocorreu há alguns dias, começou a passar mal e tem tido pesadelos constantes, assim como seus filhos. Ela nos relatou isto por e-mail e fizemos um atendimento para ela, a fim de verificarmos do que se tratava.

Encontramos a consulente desdobrada em um laboratório, deitada sobre uma mesa. Ao seu lado havia um homem velho e haviam injetado alguma coisa nela, que estava paralisada e só conseguia mover os olhos. Além dela tem várias outras pessoas nesse local, em iguais condições. Havia mais de 50 pessoas como que em estado de transe, e estavam retirando ectoplasma dessas pessoas, todas encarnadas desdobradas. Paralisamos esse velho e começamos a investigar o local.


Encontramos uma outra sala onde havia um grande monitor, parecendo uma tv de tela plasma, onde passavam imagens de um hospital aqui do plano físico, localizado no estado de São Paulo, onde apareciam pessoas vestidas de branco, terapeuas reikianos, com as mãos em pacientes internados nesse hospital.

Existem fios ligando esses terapeutas e os pacientes a esse local no astral onde nos encontramos.  Em outra sala há um grande recipiente, um reservatório feito de um material semelhante ao alumínio, onde os fios estão conectados. Estão retirando fluidos (ectoplasma) dos pacientes através dos terapeutas de reiki nesse hospital e depositando ali.

Um dos cientistas que trabalham no local, um espírito com aparência jovem, estava trabalhando no implante de um micro aparelho nas mãos de um dos terapeutas, que teria a finalidade de retirar a energia da pessoa que ele fosse tratar com reiki, para que depois esse terapeuta, em desdobramento, fosse até o reservatório e "descarregasse" a energia coletada lá.

Criamos um campo magnético de contenção ao redor desse local e então nos fizemos visíveis, pois até então estávamos em uma frequência acima daquela do local, o que nos tornava invisíveis a eles. Na sala onde estavam os desencarnados desdobrados nós os desligamos dos aparelhos de extração de energia e
assim que fizemos isso soou um alarme sonoro e vários espíritos vieram em nossa direção, com a intenção de nos atacar. Isolamos os encarnados numa bolha energética para protegê-los antes de enviá-los de volta ao corpo ao mesmo tempo que paralisamos os espíritos que nos atacavam.

Alguns então tentam fugir, mas são impedidos pelo campo de contenção que havíamos criado. De volta à sala com o monitor, observamos vários lugares marcados, que são outros pontos, hospitais ou clínicas, onde eles recolhem energia dos encarnados. Um dos cientistas que atuavam ali tentou fugir com uma maleta cheia de arquivos sobre os experimentos deles, mas foi preso e o material recolhido para exame.

Retiramos a consulente da maca, em seu braço havia uma agulha, e alguns espíritos começaram a energizá-la. O pessoal da área técnica de nossa equipe espiritual avaliou a energia armazenada no reservatório e concluíram que ela poderia ser usada nos pacientes que foram libertados dali, pois estavam todos desvitalizados, e tbm nos próprios pacientes dos hospitais terrenos de onde foram retiradas. O reservatório foi deslocado dali para outro local onde possa ser manipulado.

Tbm ficaram estudando o painel para obter a localização dos outros pontos onde esses seres coletavam energia dos encarnados, pois este era o laboratório central ao qual todos os outros pontos de coleta estavam interligados. Após essa identificação o local será destruído. O campo de contenção que criamos impedia que os outros locais tivessem acesso ao que ocorreu ali, pois certamente tomariam alguma medida evasiva e os perderíamos.

Em resumo, esta organização trevosa utilizava terapeutas reikianos que trabalham em hospitais, clínicas e espaços holísticos para vampirizar as pessoas que esses terapeutas atendiam. Ao invés de doar energia os terapeutas ligados a essa organização trevosa estavam é retirando a energia das pessoas que atendiam.

Sabemos que existem pessoas de boa vontade que se associaram a prática do reiki pq queriam realmente ajudar os demais, assim como existem outros com motivos menos nobres como vaidade, orgulho, ganho financeiro, etc., entretanto, o preço que se paga pela superficialidade nem sempre é barato. Quem chegou ao reiki não foi por acaso, foi por afinidade kármico-vibratória, pois existem inúmeros caminhos possíveis de se seguir a espiritualidade e nem todos são ruins, mas os caminhos "bons" exigem dedicação, sacrifícios e reformas interiores.

Abraço.

Gelson Celistre.

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

A bruxa e o lobisomem

A Idade Média era denominada há algum tempo atrás de "idade das trevas", e embora não concordemos com essa alcunha, pois houve vários avanços em várias áreas do conhecimento humano nesse período, inclusive as primeiras universidades foram criadas nessa época, ele realmente foi fértil em algumas atividades "trevosas". Muitos magos, bruxas e feiticeiros floresceram nessa época e muitos deles realmente ligados às trevas.

Vamos relatar aqui um caso interessante, pois traz uma luz a uma antiga lenda, a do lobisomem. Num pequeno povoado no interior da Europa, distante das cidades com maior contingente populacional, havia no imaginário popular, vividamente, a lenda do lobisomem.


Próximo a esse povoado vivia uma velha senhora, dedicada inteiramente aos estudos ocultos sobre magia negra, uma bruxa. Essa bruxa realizava diversos rituais de magia negra e satanismo, inclusive com rituais de sacrifício humano, e tbm experiências com fetos e crianças.

Muitos aldeões a procuravam quando ocorria uma gravidez indesejada, quando queriam que alguém morresse, ou atrás de poções para o amor ou feitiços para obter ouro. Através das jovens quase donzelas e tbm das esposas e maridos infiéis que a procuravam, ela incutia e reforçava na mente das pessoas da aldeia as histórias de lobisomens, pois era um meio que ela tinha para que não desconfiassem que animais que apareciam mortos dilacerados, ou pessoas que sumiam, poderiam alguma coisa a ver com as atividades dela.

Um dos clientes, um aldeão solitário que eventualmente prestava alguns serviços à velha bruxa,  acabou sendo enganado por ela, que veio a enfeitiçá-lo de tal modo que ele pensava realmente ser um lobisomem. Ela o mantinha preso, acorrentado, como se ele fosse realmente um animal selvagem.

Através de feitiços, ela criou no astral um artificial, uma forma-pensamento, com a aparência exata do lobisomem que ela descrevia para suas crédulas clientes, e que estas repetiam para todos na aldeia. Esse artificial foi "acoplado" ao homem que ela enfeitiçou e os poucos aldeões que o viram e sobreviveram acreditavam mesmo ter visto um lobisomem, devido ao efeito psicológico provocado pela crendice popular, à ferocidade dos ataques e ao efeito tbm do feitiço da bruxa. Esse lobisomem agia como se fosse mesmo uma fera e dezenas de crianças, mulheres e homens foram mortos por ele, que as ataca totalmente ensandecido.

Alguns séculos mais tarde, na atualidade, encontramos a velha bruxa reencarnada, é uma criança ainda, com cerca de 8 anos, que eventualmente tem ataques de ferocidade incompatíveis para uma menina de sua idade, chegando a arranhar e morder familiares próximos, como mãe e tia.

Ao tratarmos do caso logo percebemos a presença do espírito do lobisomem, bradando que ela lhe pertence, enfurecido. Ao entrar na frequência deste obsessor, a médium foi transportada para uma região do astral inferior onde estava plasmada ainda a velha aldeia, a floresta e a casa da bruxa, com todas as vítmas ainda aprisioandas lá, algumas desencarnadas, outras encarnadas em desdobramento inconsciente, como a própria bruxa, ainda fazendo feitiços e rituais.

Efetuamos o resgate dos espíritos presos nessa frequência, inclusive do lobisomem, que tbm era encarnado e, pasmem, é o próprio pai da menina na vida atual. Um interessante caso de obsessão inter-vivos, onde as relações pretéritas conseguem suplantar as atuais, pois mesmo sendo pai biológico da menina, o lobisomem queria se vingar dela por ela o ter aprisionado naquela existência.

Por um lado eles estavam os dois vivendo numa frequência do astral onde ela o mantinha acorrentado, e por outro lado, ele sentia a presença dela próxima a ele no plano físico e se desdobrava para atacá-la. A energia dos espíritos aprisionados naquela frequência reforçava em ambos a ressonância com aquela vida passada, bem como o fato da mãe da menina, que é a médium que fez o atendimento, ter sido uma das vítimas do lobisomem naquela vida.

Nestes casos o tratamento consiste em apagar a lembrança daquela vida passada da mente inconsciente ativa dos encarnados envolvidos, resgatar os desencarnados envolvidos e destuir o local na dimensão astral, pois poderia atrair algum outro espírito para aquela frequência.

Séculos após, a Lei do Karma reúne novamente os personagens daquela história de terror, agora em papéis diferentes, oportunizando a todos a chance de atuar novamente no palco da vida e refazer, pelo menos em parte, os roteiros do passado, quiçá desta vez com mais amor e compreensão.

Abraço.

Gelson Celistre

sábado, 27 de agosto de 2011

Quem foi Mikao Usui

Quando postamos os relatos sobre o reiki já sabíamos que iria gerar muita polêmica e que o baixo astral ligado às iniciações e mestres se levantaria contra nós. Entretanto, não sabíamos em que proporção isso se daria e até onde iríamos nesse trabalho. Como a repercussão, tanto no plano físico como no astral, foi muito grande, com praticamente todo reikiano indignado atacando a mim e aos médiuns que trabalham comigo, resolvi verificar se a pessoa tida como o criador do reiki, aqui no plano físico, Mikao Usui, realmente existiu e em que condições se deu essa criação do reiki.
Mikao Usui é um mago negro e foi como um agênere
que ele veio ao plano físico para implantar o reiki.
Procuramos por imagens do Usui na internet e através dessas imagens promovemos a conexão da médium com o ser que a utilizou. Logo que decidimos averiguar a verdade sobre o Usui a médium já se sentiu muito mal, com uma forte pressão na cabeça, com se quizesse esmagar seus olhos por dentro. A pressão foi tão forte que ela quase caiu no chão.

Ao lado da médium se posicionaram dois seres, um de cada lado, um vestindo uma túnica roxa e outro uma túnica vermelha. Ela sentiu muita vontade de chorar e então eu me projetei ao lado dela. Não eram espíritos, mas artificiais, formas-pensamento. Em seguida a médium ouviu o seguinte: - Pode ter certeza que de onde veio essa energia tem muito mais... , num claro tom ameaçador.

Insisti para a médium se concentrar na imagem do Mikao Usui e novamente a voz misteriosa disse:

- Não adianta, vcs não vão descobrir essa fonte, ela está muito bem guardada...

Então eu respondi e dialogamos:

- Então pq vc está com tando medo?

- Não estou, não me preocupo, faça o que quiser comigo, vim pra isso mesmo...

Prendi esse ser numa bolha e insistimos na conexão com o Usui, os olhos da médium ardiam e lacrimejavam e quando ela tentava fixar a imagem dele via um monte de letras e pequenos símbolos se misturarem a imagem dele. Ela sentiu que ele (Mikao Usui) estava presente ali, junto dela, e sentiu-se amedrontada.

Eu já estava lá junto dela em desdobramento supraconsciente (numa frequência de mago) e então pedi a ela para me perguntar o que eu sabia sobre o Usui, e o que eu lhe disse foi o seguinte:

- Esse espírito (que as pessoas conheceram como Mikao Usui) foi o melhor discípulo do mago Oslon e por isso foi o escolhido para este trabalho (implantar o reiki). Ele esteve aqui mesmo (no plano físico) mas ninguém conhece realmente a verdadeira história dele.

Dei um comando para a médium ir até onde ele estava agora (o Usui) e então ela começou um longo processo de descenso vibratório, começou a descer, começando por um local com água profunda, sentiu-se mal, com falta de ar, depois passou por terra, sempre descendo, como se estivesse entrando no interior da Terra, sempre sentindo uma pressão muito forte no peito e na cabeça.

Passou por algumas cavernas subterrâneas por fim e acabou chegando numa região abismal, nas profundezas da dimensão astralina. O “ar” do local é denso, difícil de respirar. O calor é quase insuportável e o local é muito escuro.

Criamos uma luz artificial e no local havia uma mesa com vários papéis sobre ela, com vários símbolos desenhados neles. Eu me afasto da médium para observar o local, que descobrimos ser um imenso labirinto, no formato  do símbolo cho ku rei.

Nisso a voz misteriosa disse:

- Se chegaram até aqui agora se percam para sempre, não deviam ter vindo e agora jamais sairão daqui... se percam, não vão voltar, desceram mas não tem como subir... vc procurou por isso... pq veio? Vc foi avisado diversas vezes... vc foi um traidor... mas saiba que quem permitiu que vc fizesse o que fez irá pagar muito caro (se referindo ao mestre que ne iniciou em reiki)...

Eu disse a ele que já havíamos prendido seu mestre, Oslon, ao que ele retrucou:

- Isso não importa, ele já havia me passado tudo que eu precisava. Acha que se não fosse assim ele teria se deixado pegar como foi? Vc agora está aqui e não voltará... tenho mais poder do que vc... e vc sabe disso... tenho a energia de milhões comigo...

- Vou cortar tua fonte de energia e tu vai ficar apenas com a energia que te pertence!, disse a ele.

- Vc não tem esse poder e sabe disso, está blefando... vc sabe que enquanto as pessoas acreditarem vou conseguir me conectar... não se iluda...

Esse local onde o Mikao Usui estava é para onde toda a energia dos que fazem o símbolo do cho ku rei vai. Fica numa região muito próxima ao centro do planeta, só que no astral, é uma região abismal. Esse labirinto em forma do símbolo é formado com a energia dos reikianos iniciados  que usam o símbolo quando enviam energia e o Usui fugiu para se esconder lá depois que prendemos o  mago negro Oslon, seu mestre, temendo justamente ser descoberto. Usui acreditava que a energia que ele manipulava, de milhões de pessoas encarnadas, reikianos, iria lhe dar força suficiente para não ser preso.

Cho ku rei - Símbolo do primeiro nível do reiki
A médium enquanto isso estava quase desfalecendo, pois o Usui estava sugando a energia dela, e ela podia ver o ectoplasma sair de seu corpo astral, como se fosse uma fumaça, em direção a ele. Como eu cortei as ligações dele com a energia do símbolo (e consequentemente com todos os reikianos que usam esse símbolo) e do local em si, ele começou a se desvitalizar e o ataque à médium já foi um ato de desespero dele. Sem a energia que o vinha alimentando, Usui começou a murchar, como se estivesse secando, se enrugando e se deformando.

Mikao Usui realmente esteve aqui na Terra para implantar o reiki, mas ele não teve uma encarnação como as pessoas imaginam. O mago negro que algumas pessoas conheceram aqui como Mikao Usui foi um agênere, um espírito que se materializou aqui com esse propósito e depois voltou para o astral.

O mago Oslon, mestre do Usui, é um ser que já veio exilado de outro planeta, um mago negro assim como Usui, e agora vai ser exilado para outro orbe. Eu o conheci na Atlântida e no Egito Antigo, quando eu ainda era tbm um mago negro.

Usui não teve uma vida comum aqui, não teve pai nem mãe, e quando dizem que ele foi meditar numa montanha na verdade ele tinha voltado pro astral, junto com seu mestre Oslon. Ele veio apenas fazer o que haviam planejado, nunca esteve nos Estados Unidos e não fundou nada, mas deixou seus adeptos para continuarem o trabalho dele, pessoas encarnadas escolhidas por suas ligações com ele e Oslon no passado, pessoas com credibilidade no Japão na época, nascidas justamente para isso, tudo muito bem preparado por Oslon.

Um agente de nossa equipe espiritual recolheu os papéis com símbolos e alguns pergaminhos que haviam lá e o espírito que ficou conhecido aqui por Mikao Usui, que implantou o reiki no plano físico, foi levado e será exilado, juntamente com seu mestre Oslon. Esse mesmo agente nos disse que com a prisão do Usui concluímos uma grande etapa nesse trabalho, mas que ainda existem milhares de “entidades menores” ligadas a mestres de reiki e reikianos.

Com a prisão dos “cabeças” essas outras entidades vão agir com mais vigor pois terão mais energia para si. Os reikianos que continuarem a se ligar nesses símbolos e crença vão acabar se ligando a algum desses outros seres, mas tudo vai depender do karma e merecimento de cada um.

Muitas pessoas acham difícil acreditar que o reiki é algo ruim, pq eventualmente se submeteram a uma sessão e se sentiram melhor. O reiki como dissemos é apenas um passe magnético, uma transmissão de energia de uma pessoa para outra. Se quem aplica tem mediunidade de cura ou o faz com uma intenção boa, correta, pode até passar uma energia boa e a pessoa se sentir melhor. 

As melhoras nesse tipo caso dependem do karma e merecimento de cada um. Do mesmo modo que pode acontecer se vc tomar um passe num centro espírita, de umbanda ou numa benzedeira. A energia é uma coisa, as iniciações e símbolos são outra, e isso afeta mais o reikiano do que seu paciente, pois cada um recebe aquilo que merece segundo as leis divinas. Por mais que os reikianos estejam revoltados conosco os principais beneficiados com nosso trabalho são eles mesmos.


Gelson Celistre.

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Iniciação em reiki

Vou relatar a verificação que fizemos de mais uma inciação em reiki de outro médium do nosso grupo de apometria. Muitas pessoas que se submeteram a iniciação em reiki afirmam que sentiram alguma coisa e em muitas delas parece que a mediunidade aflorou de repente. Na verdade o que ocorre é que como a grande maioria de quem acaba se ligando ao reiki, assim como a outras vertentes espiritualistas ou esotéricas como xamanismo, radiestesia, etc., já tem alguma mediunidade não desenvolvida, não é difícil para as entidades que assessoram os mestres de reiki na iniciação produziar algum "fenômeno" para dar mais credibilidade à coisa.

Se num grupo de pessoas que estão sendo iniciadas uma ou duas tem algum grau de medunidade um pouco maior que o normal, esta sente alguma coisa e alardeia aos demais, servindo de "propaganda" e influenciando os outros a acreditarem que tbm ocorreu alguma mudança neles mesmos. Bem, mas em nossa reunião passada relatei ao grupo os ataques que temos sofrido por conta dos posts sobre o reiki e sobre algumas entidades que prendemos, do alto escalão do reiki, e um dos médiuns relatou que foi iniciado em reiki e pediu então para verificarmos o que ocorreu.

Pedi para ele lembrar da iniciação para os outros médiuns sintonizarem com o ocorrido. Ele relatou que na ocasião ele viu uma mulher muito bonita, estilo "mestre ascensionado", parece que na ocaisião disseram a ele ser um tal de mestra Rovena. Dei um comando então para que ele visse esse ser como ele realmente era, e não só ele viu como tbm os outros médiuns videntes. O ser tinha a forma de uma imensa cobra naja.

Uma vez conectados com essa frequência, os médiuns imediatamente foram transportados para um local no astral inferior, um enorme complexo de cavernas, onde se encontravam desdobrados cerca de 5.000 pessoas que foram iniciadas em reiki por mestres ligados a esse grupo.

O próprio médium se viu lá, junto com os demais, sentado no chão da caverna com as pernas cruzadas, tendo suas mãos presas por algemas e correntes nos pulsos e no pescoço. Todos esses reikianos tinham uma marca na testa que os identificava no astral como pertencentes a determinada entidade. A impressão que passa nesses casos do reiki é que os seres humanos são para esses seres trevosos como o gado, marcado a ferro pelos fazendeiros para demonstrar sua posse e evitar o roubo. Todas essas pessoas tinham gravados na testa uma imagem com o cetro e a bengala usada pelos faraós no Antigo Egito.

Todos os reikianos iniciados por mestres ligados a esse sacerdote
egípcio tinham  na  testa um símbolo gravado da  bengala e do cetro usado pelos faraós.
Ao redor desses milhares de pessoas desdobradas, todas num estado de transe hipnótico pois apesar de estarem uma em frente a outra elas não se viam umas às outras, havia um enorme quantidade de imensas cobras, que mordiam essas pessoas, extraiam sua energia, e levavam a uma caverna central, onde ardia um tipo de chama energética, para onde elas cuspiam o ectoplasma retirado.

O grande mentor desse grupo era um egípcio que foi sacerdote na 12ª dinastia, e que utilizava essa energia para manter no astral cerca de uma dúzia de faraós vivendo do modo que ele pregava que seria após a morte quando era sacerdote. Ele materializou no astral as "verdades" que ele acreditava e que descobriu não serem assim depois que morreu naquela vida. Ele então passou a utilizar os conhecimentos que tinha de magia para criar no astral o mundo que ele queria. As imensas cobras que retiravam a energia (ectoplasma) das pessoas eram todas formas pensamento criadas por ele, seres artificiais, que se desintegraram quando o prendemos.

Além dos milhares de reikianos ligados a ele ainda resgatamos outros milhares de espíritos que estavam escravizados servindo ao grupo de faraós e a esse sacerdote egípcio, muitos deles há milênios. A facilidade que estes seres encontram para vampirizar os encarnados é muito grande e eles marcam as pessoas como se fossem gado, para uns não mexerem na propriedade dos outros.

Abraço.

Gelson Celistre.

Um malandro do reiki

Para vcs verem a diversidade de seres que estão conectados a mestres de reiki no astral, vamos relatar mais uma ataque sofrido. A entidade era o típico "malandro". Era um negro alto, careca, vestia um terno preto e estava usando um chapéu com uma fita vermelha. Deve se apresentar com exu qualquer coisa em algum terreiro de macumba. O ataque começou com um espírito com muita raiva de mim, gritando impropérios de toda ordem. Ele tinha muito ódio de alguém e o malandro ali colocou na cabeça dele a minha imagem, para que ele direcionasse essa raiva para mim. Talvez até fosse eu mesmo o algo da raiva dele mas não tivemos tempo de descobrir. Botamos esse logo pra dormir e nos concentramos no malandro.

Este "malandro" estava ligado a um grupo de mestres de reiki kahuna.
Incorporado, conversei um pouco com ele, que me encheu de ameaças, dizendo que "minha cama já estava pronta" e coisas do gênero. Esse ser se achava muito poderoso e estava ligado a um grupo de mestres de reiki "kahuna". Na sua última encarnacão ele foi pai-de-santo. Irritei um pouco ele e tiramos de sua mente a informação que queríamos, ou seja, quem o mandou, pq ele não tinha estrutura para nos enfrentar em iguais condições.

Localizamos duas entidades ligadas a outro ataque que sofremos no dia anterior, um japonês e um outro ser de turbante. Paralisei as duas e o médium captou uma outra entidade rindo dessas duas, um mago, um ser bem grande em estatura, muito acima do normal, quase um gigante. Incorporou e vieram mais ameaças, disse que ia fazer e acontecer, etc., o de sempre.

Apareci na frente dele como um mago tbm e a primeira coisa que fiz foi fazer ele voltar ao tamanho normal, o que o deixou muito irado. O tal mago começou a fazer desenhos no ar de símbolos (adivinhem de que... reiki) e projetar isso na minha direção, mas fiz os tais desenhos cairem no chão, debochei dele e perguntei se isso era o grande poder que ele alardeava ter, o que o enfureceu mais ainda.

O mago reikiano então projetou sobre mim um tipo de jato de energia, que foi combatido com outro, provocando um grande estrondo. Disse a ele que já estava cansado daquilo e fiz os desenhos que ele havia jogado em mim se voltarem na direção dele, fazendo com que ele ficasse preso nas próprias formas-pensamento de símbolos de reiki que ele criou. Ele foi levado preso. Esse mago foi quem incentivou o malandro do reiki a nos atacar.

Abraço.

Gelson Celistre.

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Vampiro energético (reiki)

Vampiro energético que desdobrou a médium e a levou para
uma região densa do astral inferior; esta entidade estava ligada
a um "mestre reiki" que postou comentários no blog.
Após a publicação dos posts sobre o reiki começamos a ser atacados por várias entidades trevosas ligadas a mestres de reiki. Vou relatar um desses ataques onde a entidade usou da “indignação” de um mestre de reiki, que inclusive deixou um comentário num dos posts, como ponte de ligação para desdobrar a médium do relato do reiki e levá-la para uma região densa do astral inferior, conforme descrição dela abaixo:
- Me vejo em um lugar escuro como se fosse noite... parece um tipo de floresta ou pântano...algo assim... posso ver esse ser muito próximo a mim, como se por baixo dessa roupa do desenho houvesse apenas uma energia... está atrás de mim como se quisesse tomar conta de mim... não sei se dá pra entender... como se a roupa dele quisesse se vestir em mim e a tal energia se "apoderar" de mim... a ponto de tipo que me "transformar" nesse ser do desenho... é algo complicado de se explicar...
Nesse momento me projetei naquela frequência e pedi para ela me localizar.
- Estou tentando... bem... já estou te vendo... assim como vejo milhares de outros seres iguais a esse agora... e vejo também pessoas encarnadas ali... todas elas parecem na mesma situação que eu... parecem querer fazer com elas a mesma coisa... é como se a energia tentasse me invadir e quando reluto ela tipo que recua... vc está lá observando o lugar e todos esses seres... ouço... são vampiros de energia... me sinto sonolenta e estou lutando muito pra ficar aqui... pq a vontade mesmo é de sair e largar tudo isso... esquecer tudo... desistir de tudo... vc agora está tentando me afastar desse ser... mais as energias dele tentam me buscar de volta... saem dele como se fossem fios, algo assim... que tentam me envolver novamente... pareço estar em um estado de torpor muito grande... como um transe ou algo parecido... agora vc está prendendo esse ser em uma bolha e vejo a energia dele se movimentar lá dentro de maneira bem estranha... como que tentando de alguma forma destruir a bolha... mais continuo ali naquele estado de transe e agora vc está se aproximando dos outros seres que estão próximos as outras pessoas ali... e vejo a mesma coisa que saiu do corpo/roupa daquele que queria me puxar de volta, sair do corpo de todos eles em direção a vc... como se quisessem te aprisionar na energia deles... ou te sugar... só que o estranho é que ainda não consegui entender se eles são espíritos ou outra coisa... agora vc está segurando com uma das mãos esse "fecho" de fios/energia... que eles direcionaram a vc e vc funde todos os fios em um só... fica parecendo como se fosse uma corda, toda torcida com os fios de cada um deles, e com isso dá a impressão de como se eles estivessem todos presos agora... pq é como se esse fio fosse um tipo de "extensão" do corpo ou energia que tem dentro da tal roupa... vc está puxando tudo agora e tipo que embolando... como se fosse um grande novelo.... e estranho... as roupas vão ficando agora caídas no chão... pelo jeito não eram espíritos... não estou conseguindo entender isso...

O que pareciam ser vários espíritos como o do desenho, na realidade eram apenas roupas, mantos preenchidos com um tipo de energia que provinha de um único ser, um vampiro energético ligado a um "mestre reiki". Segue o relato da médium:

- O que tinha dentro das tais roupas ficou tudo embolado lá na sua mão à medida em que vc foi puxando e agora vc colocou tudo dentro de uma bolha, mas vc parece que está procurando por alguma coisa... me vejo agora como sacerdotisa (uma frequência supraconsciente da médium) e estou juntando as pessoas ali... estou fazendo algo com elas pra que possam sair do transe em que estão... são todas encarnadas e vão voltar para o corpo... mas vc parece estar procurando por alguma coisa... vc está procurando pelo "responsável" por esse lugar e esses seres que estavam ali... vejo um outro ser parecido com esse do desenho... só que tenho a sensação de ser um mago... não vejo rosto... só o escuro... como se fosse uma energia também que flutua dentro da roupa... só que nesse posso sentir que tem tipo de uma mente... ele levanta a cabeça levemente e posso ver olhos brilhantes em meio a escuridão do que poderia ser o rosto dele... vejo um homem amarrado por ele, amarrado e amordaçado, ele joga então um fecho de energia da mente dele para o tal homem e com isso se liga a ele... e agora vejo que ele parece "usar" da mente do homem pra fazer alguma coisa... como se estivesse tipo que "se comunicando" através da mente desse homem... o usando... e isso tem haver sim com o reiki... vejo o tal homem "aprisionado" sendo usado por esse ser e me vem a mente o email que li mais cedo... (enviei para a médium o comentário do tal mestre reiki no blog antes de publicar) e  continuo a ver e a ver isso repetidas vezes... agora não consigo sair disso... fico vendo isso repetidas vezes... o homem aprisionado e o ser utilizando da mente dele.. e o tal email...

Perguntei a ela onde eu estava (em desdobramento) enquanto ela via isso.
- Agora não estou conseguindo te ver pq essa imagem está aqui a todo instante de forma muito insistente... pronto... parou... e já estou te vendo de novo... vc está se aproximando do tal ser e ele está tentando te atacar... os olhos brilham quando ele olha pra vc... como se quisesse te desferir algum tipo de raio... vc está fazendo uma esfera de energia com as mãos... e ele está agora colocando o cara aprisionado na frente dele... como se assim vc não fosse atingi-lo... só que vc está afastando o cara dele... ao que ele agora está levantando uma manga da roupa, ou braço... sei lá... e direcionando a vc uma energia muito escura... parecendo como se fosse um tipo de poeira... que vc está agora fazendo voltar pra ele.... ao mesmo tempo que o está prendendo agora em uma bolha... ele está muito inquieto dentro da bolha e vejo saindo agora de dentro da roupa dele várias energias em forma de pequenas coisas como letras ou símbolos... que tentam atacar a bolha pra ele se libertar... mais ficam ali caídos dentro da tal bolha... já estou vendo a equipe chegando pra levar a bolha com a energia que vc prendeu dos outros “seres”... alguém da equipe está tipo que juntando as roupas que ficaram caídas... a sacerdotisa está pedindo que juntem todas ali e agora ela está queimando as tais roupas... e já estão levando também esse ser que vc prendeu por último... já começamos a destruir o lugar... pronto... já não estou vendo mais nada agora... já estamos voltando...
Mal terminamos com esse e a médium já captou outro ataque, dessa vez direcionado a mim:
- Huummm.... mais agora do nada veio outra imagem... vejo 3 pessoas bem atrás de vc.... parecem muito nervosas... gritando... bravas... parece que xingando vc de alguma coisa... consigo perceber até a energia que se desprende delas tentando atingir vc... são encarnados todos os 3... e continuam xingando sem parar... vejo um deles agora sentando em frente a um monitor... e logo em seguida esse mesmo tipo que está atrás de vc...
Essas 3 pessoas eram encarnados desdobrados que enviaram comentários indignados para o blog. Segue o relato da médium:
- É algo mental... olha só... estou começando a ver um certo "acúmulo" de energia na sua aura.... como se quisesse te invadir... te atingir.... principalmente em volta da sua cabeça...
A médium então aparece ao meu lado em outra frequência supraconsciente dela, como uma índia:
- Ela já paralisou os 3 aí e está fazendo alguma coisa na cabeça/mente deles... como se estivesse "arrancando" energias/pensamentos densos... está passando uma folhas lá na cabeça dos 3... agora bate o pé no chão e está ordenando que eles parem e voltem logo para o corpo... agora ela parece que vai dar jeito aí em vc... está tirando as energias acumuladas aí que falei antes e jogando elas dentro de algo que parece uma espécie de cuia... parecem pequenos bichinhos... insetos... bactérias... e quando são jogados dentro dessa cuia que tem um líquido, eles "fervem" e se desintegram.... ela agora está te passando as folhas... te dando um passe e está conversando com vc agora... mas não estou conseguindo entender... ela já está indo agora...
É esse tipo de espírito que acompanha muitos mestres de reiki, não todos, pois muitos tem boa intenção e querem realmente ajudar com o reiki, pelo menos com o que pensam que seja o reiki. Se um reikiano aplica reiki (entenda-se doa sua própria energia, um passe magnético) com a intenção sincera de auxiliar, quem recebeu a energia pode até obter uma melhora, sempre dependendo do karma e merecimento dela mesma.

Se essa pessoa possui mediunidade de cura, ou seja, se produz ectoplasma em maior quantidade que uma pessoa "normal", quem recebe pode obter uma melhora mais visível (caso tenha merecimento), dependendo tbm da "qualidade" da energia doada, pois quem doa energia pode passar energia ruim tbm. Entretanto, por questões cármicas de cada um, muitos reikianos, mesmo tendo boa intenção, ainda estão ligados a este tipo de entidade por conta da iniciação. Quem tinha merecimento, mesmo sendo iniciado, não ficou ligado a estas entidades, mas pelo que temos observado é uma minoria.

Abraço.

Gelson Celistre.

sábado, 20 de agosto de 2011

O criador do reiki - parte 2 - final

Leia antes O criador do reiki - Parte 1

Reiki Usui - Nível 2

Quando verificamos a segunda iniciação no reiki a médium se viu dentro de um poço muito profundo, com paredes de pedra, onde ela estava em pé olhando para cima.

- Vejo três magos lá em cima e eles estão olhando para baixo... olha só que estranho, vejo algo bem no centro da minha cabeça, na parte de cima, como se fosse um buraco... existe uma energia escura que desce e entra nessa fenda na minha cabeça e à medida que ela vai entrando sinto uma pressão enorme na minha cabeça, como se fosse arrebentar meu cérebro... estou abaixada com as mãos na cabeça, a dor é muito forte...


Após estar literalmente "no fundo do poço", a médium foi para outro local durante sua iniciação no nível 2 do reiki:


- Estou agora em frente a um mago que me olha fixamente e ele está me dizendo: - Agora vc verá o que "eu vejo" (quero que veja)... sentirá o que eu "sinto"(quero que vc sinta)... vc fará o que eu faço (quero que vc faça)... e em seguida estou vendo um dos cursos de reiki que organizei... lembro bem que no primeiro curso de reiki que organizei eu passei muito mal no primeiro dia... tive uma queda de pressão repentina, fiquei muito pálida e quase desmaiei... o tal mago está dizendo que eu incentive as pessoas a praticarem o reiki, coisa que eu realmente fiz durante um tempo... agora ele está fazendo algo em volta de mim, como se fosse um dos símbolos que a gente usa (do reiki) e é como se estivesse me amarrando na energia desse tal símbolo...


Nesse momento a médium acabou sintonizando com as entidades que a "iniciaram", se desdobrou e foi até o local no astral onde elas estavam naquele momento,

- Me sinto muito estranha, como se tivessem coisas/objetos flutuando na minha mente e estou começando a sentir sono...

Mas as entidades perceberam ela lá e começaram a extrair ectoplasma dela (dái o sono). Eu me projetei nessa frequência em desdobramento supraconsciente e eles passaram a me "examinar".


- Eles estão te vendo mas não gostaram, estão procurando algo em vc, e como não estão encontrando se irritaram com a sua presença... todo reikiano tem uma "marca" que é feita logo na primeira iniciação, pq assim eles tem como identificar até mesmo os que não foram "iniciados" por eles... na iniciação deles ocorre isso, eles marcam as pessoas que eles "iniciaram"...

 Nesse ponto paralisei os magos e a médium passou a ver sua iniciação no nível 3.


Reiki Usui - Nível 3

 - Estou me vendo em um lugar que parece um tipo de sala, bem ampla, é tudo branco nessa sala e me vejo de costas para um homem, que parece estar acoplando algo em diversos pontos da minha coluna, na localização de cada chacra, e existe algo ali que permite que eles se liguem aos meus chacras... é um aparelho que parece bem moderno mas é difícil de ser descrito...

 Me desloquei até a médium e comecei a retirar o tal aparelho das costas dela:

- À medida que vc vai tirando os objetos ou sei lá o que das minhas costas vejo um tipo de energia escura saindo junto, como se fosse uma fumaça, igual quando a gente abre um freezer e sai aquele frio... é mais ou menos parecido... na cabeça tbm tinha mas parecem um pouco diferentes, tem algo que se ramifica para dentro do meu cérebro e por isso está mais difícil de vc tirar... está quase terminando... e deixou por último a ligação com o chacra da base da coluna... a energia que sai dele é um pouco diferente, não é escura como as outras, é avermelhada...

Nesta sala onde a "reikiana" foi submetida a um implante de aparelhos de alta tecnologia, utilizados principalmente para extração de energias vitais, havia um tipo de cientista, que trabalhava em conjunto com os magos (do poço), que prendemos, e nossa equipe espiritual levou.

Voltamos ao local onde estavam os magos (o poço) pois eles estavam "iniciando" outras pessoas. Eles tentaram fugir mas foram todos paralisados. Havia inúmeros "poços" onde eles submetiam os iniciados ao seu processo de hipnose e onde mantinham as pessoas presas em desdobramento. Todos esses poços estavam interligados e havia uma entidade recolhendo a energia deles.

Nossa equipe espiritual providenciou a sintonia da médium com este ser, que vestia-se todo de preto e tbm usava um turbante preto com uma pedra brilhante, tinha cavanhaque e olhos pretos tbm. Ao vê-lo a médium sente uma forte dor nos olhos, que começam a arder e lacrimejar. Ele diz mentalmente a ela que é um castigo por ela tê-lo visto. Ele se aproxima dela e aperta seu pescoço. Em desdobramento supraconsciente eu me aproximei deles, fiz ela soltar ela e tbm retirar o que havia colocado nos olhos dela. A médium vê duas esferas negras saindo de seus olhos e a dor cessa.

Enquanto isso nossa equipe continuava a retirar os iniciados em reiki dos poços e os destruir, um trabalho que demorou muito tempo pois eram muitos milhares. Este ser, tal qual o do relato anterior, tbm tinha intenção de criar uma "seita do novo milênio" aqui no plano físico com a intenção de ser o "guru" dessa nova seita quando reencarnasse, algo na linha dos "povos intergaláticos". Esta "coincidência" me fez crer que havia alguma outra mente mais astuta manipulando os desejos de grandeza desses seres e foi investigando isso que chegamos ao verdadeiro criador do reiki.

O verdadeiro criador do reiki - Mago Oslon

Rastreando as conexões energéticas do ser de turbante, a médium se conectou com a frequência do mago negro Oslon, o verdadeiro criador do reiki. Ele vivia num castelo situado em densas regiões do astral inferior, tinha uma longa barba, cabelos brancos, e vestia uma túnica.

Na entrada do castelo havia dois seres de vigia, parecendo demônios, com feições grosseiras, orelhas pontiagudas, dentes afiados, rabo e pequenas asas nas costas. A energia do local era muito densa.

Eu e a médium observamos os demônios guardiões por um instante e passamos por eles sem sermos vistos, pois estávamos em uma frequência mais alta que a deles. Dentro dos muros do castelo havia um jardim e no centro desse jardim havia um poço, onde estavam aprisionados vários espíritos (em desdobramento) de "mestres de reiki" que falharam em suas "missões" de angariar novos adeptos.

Para entrar na construção interna do castelo onde ficava o mago Oslon, a torre, precisamos ultrapassar uma barreira magnética que quase esgotou a médium devido ao grande dispêndio de energia. Na base dessa torre havia um porão onde estavam armazenados grandes recipientes contendo ectoplasma, recolhido de "reikianos" em geral. Três espíritos com aparência de cientistas eram responsáveis pela guarda e manipulação dessa energia.

Oslon já havia notado nossa presença nesse momento, mas ficou impassível e não fez menção de nos atacar. Talvez estivesse nos estudando. De repente, num piscar de olhos, todos nos transportamos para um grande salão, onde além de Oslon havia outros 12 magos, posicionados logo atrás dele.


A batalha contra os magos

Com a ajuda da médium, criei um círculo de fogo ao redor do grupo de magos, mas o mago Oslon, com os braços cruzados numa atitude de empafia, bateu um de seus pés no chão e o fogo se apagou. Ele acredita saber do que somos capazes e não nos teme pois acredita que seu poder é maior.

Após apagar o círculo de fogo que criei ele criou tbm um círculo ao nosso redor, só que feito de algum tipo de energia, e que ia se fechando, como se fosse nos esmagar. Fiz a mesma coisa que ele, bati o pé no chão e o círculo de energia dele desapareceu. Cruzei os braços e o encarei com um ar de deboche.

Os magos então, a uma ordem mental de Oslon, nos cercam. Eu crio uma esfera de energia acima de nossas cabeças que começa a sugar todos eles para dentro. O velho mago tenta se apoderar da esfera para libertar seus comparsas e iniciamos uma batalha de forças, enquanto a médium cria a imagem de um grande pentagrama atrás do mago, como se fosse uma enorme teia de aranha. Um golpe de energia meu arremessa o mago de encontro ao pentagrama, que leva uma espécie de choque quando bate no pentagrama e fica preso nele.

O pentagrama de energia está sugando as energias de Oslon e enviando para outra dimensão. Ele está agora visivelmente mais fraco. Os três cientistas que guardavam o ectoplasma retirado dos reikianos já perceberam a derrota iminente e tentam fugir, eram dois homens e uma mulher.

A médium os persegue por um longo corredor subterrâneo, mas eu me projeto na frente deles, que ficam encurralados e são presos. Nossa equipe espiritual já está chegando pra recolher os magos e uma meia dúzia deles é encarregada de cuidar do ectoplasma armazenado no porão, pois ele será usado em nosso hospital e para tratar os inúmeros espíritos que estão escravizados ali.

O mago Oslon foi o criador do reiki. Ele buscava uma maneira de poder coletar mais ectoplasma dos encarnados, uma energia com uma certa "qualidade", melhor do que a energia retirada de bêbados e viciados. Foi então que ele teve a idéia de criar o “reiki” (energia universal), visando principalmente pessoas crédulas e com pouco conhecimento sobre a realidade espiritual.

As pessoas são imediatistas e materialistas, não gostam e nem querem estudar e modificar seus próprios vícios e defeitos. Tbm são vaidosas e superficiais em sua maioria e gostam de coisas exóticas e místicas, afinal, este é o espírito da Nova Era. O Ocidente se voltava para o Oriente e importava filosofias e práticas antigas. A combinação era perfeita. Juntando tudo isso e suas práticas magísticas, Oslon criou o reiki.

Não exige estudo nem concentração, vc não precisa parar de fumar nem de beber, não precisa ter uma boa conduta moral, enfim, a única condição necessária para ser um "reikiano", é ser iniciado por um "mestre reiki". Após a iniciação a pessoa, de um "zé ninguém espiritual", passa para a condição de "mestre", pondendo curar a tudo e a todos. Tudo isso pode ser seu mediante o pagamento de uma (não) pequena quantia, afinal, nenhum preço é alto o bastante para te dar o "poder" e o "status" de ser um "mestre de reiki".

A idéia deu certo e o mago Oslon encheu seus porões de energia (ectoplasma). Inserido nos símbolos, existem códigos que direcionam a energia e identificam os reikianos, provocando inclusive alterações em suas mentes, de forma diferente de acordo com o temperamento e carma de cada um.

A vaidade e insanidade de muitos mestres de reiki, assim como a de espíritos com mania de grandeza, foram bem exploradas por Oslon, que permitiu e incentivou a criação de vários subsistemas de reiki, pois assim teria muito mais mestres iniciando pessoas e reikianos enviando energia aos quatro cantos do mundo, todos conectados à egrégora do reiki, comandada por ele. Ele recolhia toda a energia (ectoplasma) que precisava e ainda negociava o excedente no submundo astralino.

Ainda há muitos seres das trevas ligados a "mestres de reiki" e recolhendo as energias dos encarnados que foram iniciados por eles e vai levar muito tempo ainda até que todos sejam descobertos e presos pois os "reikianos" acreditam no "reiki" e continuam a "enviar reiki" e a incentivarem outras pessoas a se "iniciarem".

O mago Oslon era poderoso e estava em seu castelo há milênios sem reencarnar e só conseguimos prendê-lo pq nossa equipe espiritual planejou muito bem essa operação. Meu contato inicial com o reiki há cerca de 7 anos quando iniciei a prática mediúnica, assim como a médium que me auxiliou, há uns 10 anos, , não foram acidentais.

Foi um direcionamento deliberado, embora nós não soubéssemos na ocasião, para criar ligações com entidades trevosas que eram peças "chave" nessa operação. O tempo decorrido desde nossa iniciação e nossa incessante prática espiritual como dirigente de apometria, desde então, nos permitiu acessar e utilizar diversas frequências de vidas passadas onde fomos magos negros e feiticeiros poderosos, só que agora utilizando esse conhecimento para a prática do bem, capturando antigos comparsas e rivais.

Assim como o reiki muitas outras "novidades" espiritualistas foram criadas pelas mentes trevosas e com o tempo seráo tbm desmascaradas. São práticas criadas para "pegar" os despreparados e desavisados.

Nossa equipe resgatou os espíritos presos no castelo, tanto encarnados desdobrados como desencarnados, e o castelo foi destruiído. O mago Oslon foi levado preso no pentagrama energético e será exilado.

Não investigamos se realmente existiu alguém chamado Mikao Usui, ou se existiu se foi apenas usado seu nome e história por Oslon para dar credibilidade ou uma "origem" ao reiki, mas temos certeza de que ele, o mago Oslon, foi o criador e mentor de toda essa farsa de iniciações que visava a exploração de energias vitais de pessoas encarnadas.

Gelson Celistre

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

O criador do reiki - parte 1

Uma das médiuns que começou a trabalhar comigo há alguns meses foi iniciada em reiki há vários anos e realmente acreditava no que aprendeu nas iniciações (foi até o nível 3). Recentemente estávamos conversando após um atendimento e nem lembro como o assunto reiki surgiu , mas disse a ela que era apenas um “passe” e que era bem provável que durante a iniciação tivessem colocado alguma  coisa ruim nela, ou a deixado desdobrada e presa em alguma freqüência no astral.
Disse a ela que iria verificar a minha iniciação no reiki e ela pediu para verificarmos a dela tbm, participando do trabalho (ela é médium vidente). Fizemos a verificação dela do nível 1 num dia e dois dias depois verificamos os níveis 2 e 3 que ela havia feito. Vou relatar abaixo as iniciações dela nos níveis 1, 2 e 3.



Reiki Usui - Nível 1
Pedi a médium para lembrar de como foi sua iniciação, para abrir a frequência astral relativa a ele. Ela reviu aquilo que na época ela viu, conforme me descreveu:
- Eu me via em um tipo de templo antigo, todo de pedra e é exatamente esse lugar que vejo agora... (havia) uma mesa de pedra... me vejo com uma roupa rústica e vejo vários espíritos com túnicas de capuz, mais não consigo ver o rosto de nenhum deles.... a imagem agora parece paralisada...
Nesse momento, como a médium só visse isso mesmo, eu me projetei em desdobramento supraconsciente para junto dela e então ela conseguiu ir adiante em sua visão.
- Agora estou vendo os espíritos de maneira diferente de antes... estavam com túnicas claras mas agora são todas pretas e o lugar agora parece estar se transformando... o que está acontecendo?
Agora vc está vendo o que havia lá e os seres como eles eram realmente, disse eu.
- Agora não parece mais um templo e sim uma caverna escura e fria... vejo energias escuras me envolvendo nesse lugar... como se fosse uma troca de energia... como se tivessem tirado uma energia boa de mim e colocado outra no lugar... vejo vários símbolos tipo que "implantados" dentro da minha mente...
Continue relatando...
- Parece ter algo nos meus olhos.... ouço um desses de túnica dizendo para outro: - Faça ela ver as imagens que ela deve dizer depois pois isso dará muita "credibilidade" ao nosso "negócio"!  Então vejo algo escuro em torno dos meus olhos... tipo esses óculos usados para se assistir 3D... vejo bem atrás da mestra um espírito que me parece ser um mago ou algo parecido... ele parece fazer os movimentos de "iniciação" por ela, como se ele a estivesse comandando..
Veja se ela está desdobrada agora (pedi que verificasse se a "mestra" que a iniciou estava desdobrada no momento em que fazíamos o atendimento).
- Sim... a vejo sim desdobrada em outro lugar, sentada em uma cadeira, e ela parece ter um monte de fios na cabeça... coisas estranhas... e ela parece em um tipo de transe ou algo parecido... mais tem algo estranho na imagem... em um minuto vejo ela com a aparência de hoje e no outro com a aparência de alguém como eles... talvez uma bruxa ou mago... o capuz tampa a cabeça e não vejo o rosto... mais sei que a imagem é dela pq muda no minuto seguinte pra aparência que ela tem hoje... é como se ela já estivesse estando entre eles e agora voltou e trabalha do lado de cá... 
A maioria das pessoas que são grandes divulgadores do reiki hoje foram magos e bruxos no passado e estão karmicamente ligados a entidades trevosas e "trabalhando" para elas aqui no plano físico. Embora náo tenham lembrança disso em estado de vigilia, conscientemente, em desdobramento no astral elas servem a essas entidades.
Comandei a médium que voltasse à caverna onde ela foi "iniciada" para finalizarmos o trabalho.
- Vejo tudo como antes... apenas não me vejo mais lá, mas o resto está igual... aliás não, parece ter outra pessoa no lugar onde eu estava... é como se nesse exato momento estivesse acontecendo uma iniciação lá... e agora?
Essas bases (a caverna) são utilizadas para vários "eventos" patrocinados por essas entidades trevosas e no momento em que a médium voltou lá ela, que a princípio estava acessando suas próprias memórias, se desdobrou e se deslocou para aquele local no astral, onde estava ocorrendo uma "iniciação".
Em desdobramento supraconsciente eu me desloquei para a tal caverna, e o que aconteceu foi relatado pela médium conforme abaixo:
- Vc já chegou com outra aparência (de mago) e está se posicionando na frente da pessoa que está sendo "iniciada"... colocando a mão na testa dela... ao que o tal mago e a mestra já estão querendo te parar... mas vc está com uma mão na testa da pessoa e a outra vc levanta e ordena que eles fiquem paralisados... ao mesmo tempo em que agora vc se vira para os outros que estão ali e os faz ficarem também paralisados... vc está tirando a energia que foi "implantada" na tal pessoa e dizendo a ela que não procure mais por esse tipo de coisas... diz a ela que de agora em diante ela deve "desconfiar" sempre que alguém lhe oferecer esse tipo de iniciações, manipulação de energias e coisas semelhantes... está dizendo pra ela que agora vai dormir e voltar ao corpo mas que ficará com a lembrança das suas palavras... a pessoa está adormecendo agora e sendo puxada pelo cordão de prata de volta para a corpo... agora vejo a equipe chegando pra levar os espíritos que vc paralisou... só está ficando a tal mestra agora, ainda paralisada, e vc está se posicionando na frente dela.... está ordenando a ela que se esqueça da ligação com esses magos, dizendo que agora ela está em uma nova vida e experiência que ela aproveite essa oportunidade para ajudar as pessoas... e poder assim reparar o mal que fez... ela parece assustada... não sei pq mais ela vai ser levada pela equipe antes de voltar ao corpo... sinto que eles irão retirar várias coisas que vi na cabeça dela... que é o que parecia que a ligava aos tais magos... a equipe já está levando ela agora e me vejo novamente lá... na posição onde fui iniciada... mas é interessante... me vejo duas vezes... uma vez ao seu lado e estamos os dois na minha frente... me vejo ao seu lado com a aparência da sacerdotisa (uma frequência supraconsciente da médium) ... vcs estão tirando os símbolos da minha cabeça e a sacerdotisa está tirando algo das palmas das minhas mãos, parece um tipo de símbolo também,  e agora vc está queimando os tais símbolos que tirou da minha cabeça junto com os que a sacerdotisa tirou das minhas mãos... é interessante... vc está dizendo pra mim praticamente as mesmas coisas que disse pra outra pessoa que vc mandou de volta para o corpo (a tal mestra)... pra eu esquecer que estive ali... esquecer os símbolos, pra eu não procurar mais esse tipo de coisas...
Neste momento eu senti a presença de algum ser perto de mim e pedi para a médium verificar...
- Vejo três seres perto de vc, eles te perceberam desdobrado e tipo que vieram "atacar" seu corpo físico... eles tem ligação com os outros seres da caverna mas estão sendo presos em um tipo de saco transparente... é algo assim... vejo muita energia se desprendendo do corpo deles... é bem estranho... mas fica tudo aprisionado ali dentro do tal saco, junto com eles... e eles parecem se "asfixiar" como a própria energia... eles vão ser levados agora... mas estou atrás de vc pra tirar algumas coisas que eles deixaram, é como se fossem pequenos objetos em forma de símbolos flutuando em torno da sua cabeça... eles foram deixados próxima a vc para que se grudassem depois em algum dos seus corpos... foi o que entendi... mas já queimou tudo agora e já estou voltando lá pra tal caverna... preciso destruir o lugar... bem... já estamos lá e vc está usando o seu pentagrama... está fazendo um pentagrama energético no lugar... juntando algum tipo de energia minha aí no seu pentagrama e o lugar está sendo destruído...