segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Base alienígena em Itaipu

     Este mês estive na usina hidrelétrica de Itaipu, em Foz do Iguaçu-PR, a passeio, e senti um cansaço fora do normal, uma completa exaustão física após a visita. Averiguando o motivo descobrimos que enquanto eu visitava a usina no plano físico, no astral, em desdobramento, eu estive numa base alienígena ligada à usina de Itaipu. Visualmente era como se fosse feita toda de pedra, uma camuflagem para que se algum vidente a visse pensasse se tratar de uma cidade de alguma civilização antiga.
Extraterrestres do filme AI - Inteligência Artificial, muito
semelhantes aos que encontramos em Itapu/Foz do Iguaçu.
     A base alienígena era dirigida por extraterrestres que acabaram vindo para a Terra para escapar de um banimento em seu planeta de origem, Antrak, localizado numa dimensão paralela à nossa, numa frequência entre o nosso plano físico e o astral. Parece que nesta outra dimensão existe algum tipo de organização, como uma federação de planetas encarregada de controlar as ações de seus habitantes, e esse grupo era meio fora-da-lei, não queriam seguir as regras.
     Para manter essa base em funcionamento havia um cristal que absorvia energia, de alguma forma que desconhecemos, tanto a energia elétrica quanto a de pessoas encarnadas. Por conta disso havia muitas pessoas encarnadas presas em desdobramento nessa base. Quando estive lá desdobrado eu retirei esse cristal da base e essa foi a causa do extremo cansaço que senti. Nos informaram inclusive que se eu ficasse muito tempo com esse cristal, mesmo ele não sendo da dimensão física, eu acabaria morrendo, pois o cristal sugaria toda a energia do meu corpo etérico e provocaria meu desencarne.
     A aparência desses ETs era muito similar ao que pode ser visto no filme AI - Inteligência Artificial, altos e esguios, corpos negros meio transparentes/opacos e com algum tipo de energia circulando em seu interior que podia ser percebida, como se fossem estrelas no céu noturno, sem olhos, nariz, orelhas ou boca aparentes.
       Segundo nos informaram inicialmente veio um grupo com 68 desses seres a fim de estabelecer uma base aqui na Terra e criar um portal capaz de trazer outros para cá. Nos disseram inclusive que foram esses ETs que inspiraram a criação da usina, para poderem se beneficiar da energia. Como vivem numa dimensão etérea, eles não sentem o tempo com nós da dimensão física, pois como sua longevidade é absurdamente grande comparada com o nosso tempo de vida, o que são décadas para nós podem ser como meses para eles. O local foi escolhido por ser propicio à abertura do portal interdimensional, o que também era feito com a energia do tal cristal.
     Depois de completamente instalados eles pretendiam se "revelar" para a humanidade, apresentando-se como uma raça alienígena superior e que veio para Terra para nos "ajudar" em nossa evolução, quando na verdade pretendiam mesmo era dominar todo o planeta.
     Entre o dia que estive na base deles desdobrado e a captura desses ETs pela nossa equipe espiritual se passou uma semana, sendo que nesse meio tempo, tetando reaver o tal cristal, eles atacaram além de mim todos os médiuns do meu grupo e os da turma de desenvolvimento mediúnico. Inclusive um dos médiuns do curso, em desdobramento, "facilitou" a entrada deles numa das reuniões porque foi "seduzido" pelas maravilhas tecnológicas que os ETs lhe mostraram.
     Nesse período também nossa equipe estava se preparando para invadir a base alienígena. Como perderam o cristal tiveram que realocar a energia que dispunham para uma nova abertura do portal, a fim de trazer mais deles para nos enfrentar, e foi nesse momento que nosso pessoal atacou e prendeu todos eles.
     Se o plano deles tivesse dado certo em poucos anos o grande público teria finalmente uma resposta para a questão de não estarmos sós no universo, com um evento de grandes proporções onde os aliens se mostrariam a todos em todas as partes do mundo. Isso revolucionaria nosso modo de vida a curto e médio prazo, mas a longo prazo seria difícil de prever. Entretanto, podemos especular que caso ocorresse essa "intervenção alienígena" em nosso planeta, os aliens se aliariam com os governos e grupos econômicos poderosos para escravizar o resto da humanidade, quase igual ao que ocorre atualmente, só que repartindo o bolo com os ETs.
   

Gelson Celistre


 

segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Meu marido mudou depois que nosso filho nasceu

     É muito comum ouvirmos de consulentes que "meu marido mudou depois que nosso filho nasceu". Fora as situações normais onde o marido fica com ciúmes do filho (inconscientemente), pois a criança monopoliza a atenção da mãe, e isso acaba gerando uma carência afetiva/sexual, uma situação com a qual nos deparamos com frequência é a de espíritos desafetos se reencontrando nesta vida como pais e filhos.

A paternidade/maternidade frequentemente é uma ocasião de
ajustes cármicos entre espíritos desafetos (resgates), onde a Lei do
Karma utiliza o amor paterno/materno para amenizar sentimentos negativos.
     No caso dessa consulente, após vários anos de namoro/casamento, o casal resolveu ter um filho. Entretanto, mesmo sendo desejado pelos dois, após o nascimento da criança, um menino, a consulente relata que seu marido se modificou, as brigas ocorrem com mais frequência entre o casal e ele passou a ter depressão e pensamentos suicidas, alem de tratar mal a criança que tem poucos anos de idade.
     Vimos que numa vida passada o casal e seu filho tiveram uma relação tumultuada. Naquela vida a esposa e o filho eram mulheres e o marido era homem, todos na mesma faixa etária e de famílias amigas de alta posição social. O trio se conhecia e brincavam juntos desde pequenos. As duas meninas, que hoje são a consulente e seu filho, perceberam ainda na infância que o jeito de seu amiguinho não era igual ao dos outros meninos, pois ele era homossexual.
     Apesar de serem de famílias de posse, as meninas eram ambiciosas e chantageavam o amiguinho para que lhes fizesse favores ou lhes desse dinheiro ameaçando contar aos pais dele suas preferências sexuais. O trio de "amigos" cresceu e na adolescência, quando tinham por volta dos 16 anos, houve um desentendimento entre eles.
     As duas jovens então arquitetaram um plano onde facilitaram o encontro do jovem gay com outro homem, de modo que os pais dele o surpreendessem durante o ato. Para piorar a situação este outro homem era um senhor mais velho, amigo do pai do jovem. O plano deu certo e de fato o casal surpreendeu o filho com o amigo do pai fazendo sexo e a situação acabou em tragédia.
     O pai do jovem matou o amigo e o castigo que impuseram ao filho foi trancafiá-lo num quarto, isolado, mas não antes do pai castrá-lo. O jovem veio a morrer pouco tempo depois devido à infecção causada pela castração, que foi feita de modo violento, pois o pai simplesmente pegou uma faca e cortou o membro do rapaz, pois, já que ele não era homem não precisava daquilo.
     Então a vida passa, as pessoas morrem e renascem e, algumas vidas depois, se reencontram novamente. Neste caso o jovem gay que foi traído pelas "amigas" e agredido covardemente pelo próprio pai, acabou se casando com uma delas e recebendo a outra como filho. 
     Esse trio de espíritos já teve vários outros encontros em outras vidas onde um aprontava algo de ruim para o outro, às vezes se davam bem durante um tempo, enfim, já viveram várias situações onde se relacionaram de diversas maneiras. Quando a criança nasceu, abriu a frequência dessa vida específica onde o pai sofreu muito por causa das "amigas". 
     Nestas situações, como as energias envolvidas eram muito fortes, pois houve muito sofrimento, os sentimentos daquela vida se sobrepõe à vida atual e mesmo sem saber de nada, o pai passou a sentir uma aversão pela criança e pela esposa, a consulente, pois passou a sentir neles a índole ruim que tinham na outra vida. Ele estava revivendo todos os sentimentos daquela vida passada na vida atual.
     Como naquela vida o rapaz era homossexual, a abertura dessa frequência agora onde ele é casado com uma mulher, pode inclusive ter lhe trazido pensamentos de se relacionar com homens, o que pode ser um dos motivos dele estar depressivo e com pensamentos suicidas. 
     O que se pode fazer nesses casos é fechar a frequência e apagar da mente subconsciente deles essas lembranças. Porém, como se trata de espíritos resgatando situações cármicas, é preciso que os sentimentos entre eles se modifiquem, pois não podemos alterar o que um sente pelo outro. Podemos amenizar a situação fechando a frequência mas os sentimentos que os envolvem precisam ser trabalhados por eles e entre eles.
     A Lei do Karma visa o equilíbrio energético e se existe um sentimento negativo entre duas ou mais pessoas, elas serão atraídas mutuamente para que as energias que as envolvem se harmonizem. 

Gelson Celistre