quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Kratos

     O diabo tem várias faces! Foi ouvindo essa frase que se iniciou este trabalho espiritual. A médium ouvia sem parar isso. Em seguida começou a ver uma pequena cidade com uma capela ao centro, tudo com aspecto de estar abandonado. O interior da capela estava todo empoeirado, com teias de aranha e folhas de árvores espalhadas pelo chão.
     Dentro dessa capela a médium viu um homem vestindo uma túnica escura com um capuz lhe cobrindo a cabeça. Ao lado outro homem, este vestindo um terno branco, usa óculos, gel no cabelo, e aparenta ser jovem. É ele quem está dizendo que o diabo tem várias faces e que ele vai revelar uma dessas faces, que é a do outro homem com capuz encobrindo o rosto.
     Ambos os espíritos que se encontram ali são pessoas encarnadas e estão ali em desdobramento. O que está com o capuz sou eu e o de terno é alguém que mora numa cidadezinha chamada Rochedo de Minas, em Minas Gerais, onde alguma pessoa que o conhece leu meu blog e questionou alguma coisa a esse homem, que respondeu a essa pessoa exatamente isso: O diabo tem várias faces! Esse homem pelo jeito imagina ter alguma “autoridade” espiritual ou religiosa, algum pastor talvez.
     Enquanto estamos ali, uma velhinha que também está desdobrada nessa capela me olha e se benze, com ar assustado. Esse tipo de coisa é comum acontecer, alguém lê o blog, fica impressionado com alguma coisa e vai tirar dúvidas ou perguntar para algum conhecido seu, e em vários casos as pessoas se desdobram e me procuram no astral, algumas para pedir ajuda, outras para me atacar, e outras, como nesse caso, para me “desmascarar”.
     Esse homem na verdade não tinha poder algum para me desdobrar e me levar para esse local e isso logo percebemos, mas pela sua tola vaidade um ser das trevas que quer acabar com nosso trabalho utilizou a energia dele e de outras pessoas com pensamentos similares sobre mim para me desdobrar e tentar me prender no astral.
     Como esse outro ser realmente era perigoso e já estava na hora de ter suas atividades encerradas, pois estava prejudicando milhares de pessoas, foi permitido que isso ocorresse.

     Kratos 

    Quem tem filho jovem e/ou quem gosta de games, já deve ter ouvido falar em Kratos, do game God of War, da Sony. Eu mesmo já comprei para meu filho. Kratos é um guerreiro grande e forte que enfrenta várias criaturas da mitologia grega e outras.




      Pois o ser que utilizou a energia do pastor se apresentou para o médium dessa forma, se auto-intitulando Kratos e com a aparência que o personagem tem nos games. Quando a médium me disse o nome do ser e como ele era comecei a rir, porque ela não conhecia o personagem do jogo, mas aí relatei a ela brevemente que era um personagem de game e que provavelmente esse ser devia estar zombando dela.
      Mas nesse momento informaram a ela que esse ser se utilizava da aparência do personagem Kratos como forma de se conectar com as pessoas que jogam esse jogo aqui no físico e obter energia delas, pois as pessoas, os jovens principalmente, passam muitas horas nesses jogos e dispendem muita energia mental e ectoplasma durante o jogo, o que cria as formas astrais e mentais as quais este ser estava recolhendo e se apropriando.
     A quantidade de usuários que jogam esse game está na casa dos milhares, senão milhões, e encontramos uma quantidade bastante expressiva deles desdobrados e sendo manipulados por este ser, inclusive meu filho, que tem 12 anos. Estavam todos em um enorme vale escuro onde havia milhares de adultos, jovens e crianças, todos jogadores de God of War.
     Mas eu e o pastor ainda estávamos na igreja, que a essa altura já estava cheia de “fãs” do meu trabalho, pessoas que leem meu blog e não concordam com o que eu escrevo, e nessa hora o pastor retirou o capuz da minha cabeça, sendo que as pessoas começaram a me cuspir e insultar. Isso fez com que eu sumisse dali da igreja e fosse transportado para um vale no astral onde o Kratos mantinha desdobrados os usuários do game God of War.
     Esse ser era inteligente e ele fez com que cada uma daquelas pessoas desdobradas ali me visse como um dos personagens que o Kratos enfrentava nos jogos, fazendo elas se sentirem o próprio Kratos, e encorajando-as a me atacar. Como meu filho estava ali também o tal ser o incitou a me atacar, imaginando que por conta dos nossos karmas de vidas passadas ele conseguiria de alguma maneira me derrotar ou aprisionar no astral de alguma forma.
     Meu filho no astral assumiu a aparência do Kratos e começou a me atacar, enquanto isso o tal ser satisfeito ligou as outras pessoas nele para que ele ficasse mais forte.  De fato ele absorveu a energia dos demais e foi crescendo de tamanho, juntamente como o tal ser, e me aprisionaram numa jaula, bem no meio do tal vale, e os milhares de jogadores desdobrados lá vieram em direção a essa jaula para me atacar, todos se metamorfoseando em Kratos.
     Fiquei um bom tempo preso nessa jaula enquanto continuavam a chegar mais pessoas desdobradas, aos milhares, ao tal vale, até quando o tal Kratos achou que tinha energia suficiente para me manter preso apareceu no local com sua forma verdadeira.

     Mumm-Ra

     No céu do tal vale surgiu uma múmia cinzenta que veio voando em direção à jaula onde eu estava preso e quem já tem um pouco mais de idade deve lembrar de um desenho animado dos anos 80 chamado Thundercats, onde o vilão era uma múmia mirrada que vivia numa pirâmide e que se transformava num cara bem grande forte, até meio parecido com o Kratos, quando ia enfrentar os heróis, que eram os thundercats.



      Pois essa figura exótica é quem dominava tudo ali, inclusive o Kratos, que na realidade era um ser artificial criado por ele. Esse ser já vem vampirizando os encarnados há décadas, antes através do imaginário do desenho animado, e mais recentemente, através do game God of War.
      O Mumm-Ra desceu em frente à jaula e de seu corpo irradiavam-se raios negros em todas as direções, que ao atingir os espíritos desdobrados ali os deixavam com uma aparência sombria e o estado de transe em que se encontravam se aprofundava.
       Mas como todos que deviam estar ali já estavam, os muitos milhares de gamers do God of War, não tinha mais porque mantermos a farsa de estarmos realmente presos, então emitimos um comando para que toda energia que ele retirou retornasse às pessoas desdobradas. De imediato ele começou a encolher e ficou praticamente da metade do tamanho com que chegou ali. No final prendemos o Kratos-Mumm-Ra e ele foi exilado.
       Nós ainda não temos consciência do poder de nossos pensamentos e de como a energia que geramos em nossos corpos aqui na dimensão física assume proporções gigantescas na dimensão astral. Esse na verdade é o segredo da eficácia das técnicas apométricas nos tratamentos espirituais e também o motivo pelo qual nos tratamentos físicos a apometria não tem o mesmo efeito.
      A energia manipulada na dimensão astral, a grosso modo, para ser utilizada aqui na dimensão física precisa passar por um processo de materialização e esse processo consome muita energia, por exemplo, uma quantidade de energia que no astral pode iluminar uma cidade inteira se for transposta aqui para o físico seria como a luz de uma lâmpada. Também com a energia que podemos reconstituir uma perna amputada em um espírito no astral se fosse transportada para o físico mal daria para fazer sumir um arranhão na pele de alguém.
     É por ignorar isso que muitos terapeutas apométricos e quânticos prometem coisas milagrosas que não podem fazer, como curar determinadas doenças com o uso da apometria, pois acreditam que o mesmo sucesso que se pode conseguir na dimensão astral, em termos de curas, pode ser conseguido na dimensão física.
      Tudo no universo é uma questão de energia mas também tem que ser considerado o karma, que é um regulador e distribuidor, determinando quem vai receber o que e quanto pode receber de energia.
      No final descobrimos mais uma face do diabo, e não era a minha. :) 



Gelson Celistre

Nenhum comentário:

Postar um comentário