sexta-feira, 7 de junho de 2019

Elementais

     Recentemente nos deparamos com uma situação inusitada. Ao averiguarmos o motivo de uma dor de cabeça de uma pessoa que atendemos à distância nos deparamos com um tipo de cristal inserido na cabeça da consulente. Essa pedra tinha a finalidade de absorver a energia mental e os pensamentos da consulente, mas descobrimos que foi colocada nela com seu consentimento.

Elementais são  espíritos da natureza que trabalham com
as energias dos elementos, Terra, Fogo, Ar e Água.
    Esse era o pagamento que ela teria que fazer para obter uma outra pedra que ela queria.  Ela teria que deixar essa pedra na cabeça dela até que ela estivesse "carregada" e depois quando a entregasse reeberia a pedra que ela queria.

domingo, 2 de junho de 2019

Espíritos ancestrais

     Existem pessoas que buscam a religião para servir e existem pessoas inescrupulosas que se servem da religião para obter benefícios financeiros. Isso ocorre em qualquer religião, por mais pura que seja sua teologia, sempre haverá aqueles que exploram a religiosidade dos fiéis para benefício próprio. Atendemos á distância uma mulher que foi iniciada no Candomblé, mas ao invés de a inciarem nos preceitos da verdadeira religião, que provavelmente eles nem conhecem, a usaram como mercadoria de troca junto a espíritos imundos e de baixíssima vibração.

Jogo de búzios ou Ifá, oráculo utilizado no Candomblé.
     Muitos pais/mães de santo vivem da exploração de seus "filhos". Negociam o corpo do médium com espíritos imundos em troca de favores materiais. O iniciado é ligado a entidades das trevas acreditando estar sendo ligado a um orixá. Depois esse "filho de santo" é coagido periodicamente a fazer "obrigações" que seriam exigidas pelo seu "santo", que geralmente custam um alto valor monetário. Em alguns cultos o pai/mãe de santo passa a ser dono da vida de seu "filho", chegando a determinar até se ele pode ir ou não ao médico caso esteja doente.