sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Iniciação em reiki

Vou relatar a verificação que fizemos de mais uma inciação em reiki de outro médium do nosso grupo de apometria. Muitas pessoas que se submeteram a iniciação em reiki afirmam que sentiram alguma coisa e em muitas delas parece que a mediunidade aflorou de repente. Na verdade o que ocorre é que como a grande maioria de quem acaba se ligando ao reiki, assim como a outras vertentes espiritualistas ou esotéricas como xamanismo, radiestesia, etc., já tem alguma mediunidade não desenvolvida, não é difícil para as entidades que assessoram os mestres de reiki na iniciação produziar algum "fenômeno" para dar mais credibilidade à coisa.

Se num grupo de pessoas que estão sendo iniciadas uma ou duas tem algum grau de medunidade um pouco maior que o normal, esta sente alguma coisa e alardeia aos demais, servindo de "propaganda" e influenciando os outros a acreditarem que tbm ocorreu alguma mudança neles mesmos. Bem, mas em nossa reunião passada relatei ao grupo os ataques que temos sofrido por conta dos posts sobre o reiki e sobre algumas entidades que prendemos, do alto escalão do reiki, e um dos médiuns relatou que foi iniciado em reiki e pediu então para verificarmos o que ocorreu.

Pedi para ele lembrar da iniciação para os outros médiuns sintonizarem com o ocorrido. Ele relatou que na ocasião ele viu uma mulher muito bonita, estilo "mestre ascensionado", parece que na ocaisião disseram a ele ser um tal de mestra Rovena. Dei um comando então para que ele visse esse ser como ele realmente era, e não só ele viu como tbm os outros médiuns videntes. O ser tinha a forma de uma imensa cobra naja.

Uma vez conectados com essa frequência, os médiuns imediatamente foram transportados para um local no astral inferior, um enorme complexo de cavernas, onde se encontravam desdobrados cerca de 5.000 pessoas que foram iniciadas em reiki por mestres ligados a esse grupo.

O próprio médium se viu lá, junto com os demais, sentado no chão da caverna com as pernas cruzadas, tendo suas mãos presas por algemas e correntes nos pulsos e no pescoço. Todos esses reikianos tinham uma marca na testa que os identificava no astral como pertencentes a determinada entidade. A impressão que passa nesses casos do reiki é que os seres humanos são para esses seres trevosos como o gado, marcado a ferro pelos fazendeiros para demonstrar sua posse e evitar o roubo. Todas essas pessoas tinham gravados na testa uma imagem com o cetro e a bengala usada pelos faraós no Antigo Egito.

Todos os reikianos iniciados por mestres ligados a esse sacerdote
egípcio tinham  na  testa um símbolo gravado da  bengala e do cetro usado pelos faraós.
Ao redor desses milhares de pessoas desdobradas, todas num estado de transe hipnótico pois apesar de estarem uma em frente a outra elas não se viam umas às outras, havia um enorme quantidade de imensas cobras, que mordiam essas pessoas, extraiam sua energia, e levavam a uma caverna central, onde ardia um tipo de chama energética, para onde elas cuspiam o ectoplasma retirado.

O grande mentor desse grupo era um egípcio que foi sacerdote na 12ª dinastia, e que utilizava essa energia para manter no astral cerca de uma dúzia de faraós vivendo do modo que ele pregava que seria após a morte quando era sacerdote. Ele materializou no astral as "verdades" que ele acreditava e que descobriu não serem assim depois que morreu naquela vida. Ele então passou a utilizar os conhecimentos que tinha de magia para criar no astral o mundo que ele queria. As imensas cobras que retiravam a energia (ectoplasma) das pessoas eram todas formas pensamento criadas por ele, seres artificiais, que se desintegraram quando o prendemos.

Além dos milhares de reikianos ligados a ele ainda resgatamos outros milhares de espíritos que estavam escravizados servindo ao grupo de faraós e a esse sacerdote egípcio, muitos deles há milênios. A facilidade que estes seres encontram para vampirizar os encarnados é muito grande e eles marcam as pessoas como se fossem gado, para uns não mexerem na propriedade dos outros.

Abraço.

Gelson Celistre.

2 comentários:

  1. Sou apometra,gostaria que desse uma olhada no texto do link que envio, pois acredito ter tudo haver com o caso citado: http://profeciasoapiceem2036.blogspot.com/2011/08/obsessao-as-novas-tecnicas-das-trevas-e.html

    ResponderExcluir
  2. Vocês tem muito a aprender antes de se intitularem espiritualistas. Um festival de egocentrismo, presunção, orgulho e de juízo temerário e alucinações impressionantes. Só falta o sr. Gelson afirmar que Allan Kardec é também um mago negro, um dragão ou coisa parecida. E pelo rumo que essas alucinações tem tomado, não custará muito a isso acontecer. Ah! Tem ainda o Chico Xavier, que deve também ser mago negro por terem constatado que as perucas que ele usava eram instrumentos como espelhos negros, usadas para conectá-lo a Mikao Usui, aos dragões e aos pretos velhos e a tantas outras entidades. Tudo isso não tem o menor fundamento. Procurem pesquisar sobre a apometria e sobre o início desses ataques ao Reiki e aos pretos velhos e, certamente, se são espiritualistas e se desdobram, descobrirão o que está por trás disso tudo. Seriam esses ataques postura espiritualista?
    Acordem enquanto é tempo e peçam aos seus mentores muito, mas muito mesmo, discernimento para distinguir luz de sombra.
    Duvido que este comentário seja postado.

    ResponderExcluir