sexta-feira, 14 de fevereiro de 2020

Exu Tiriri

     Num atendimento que fizemos o consulente é da Umbanda e houve uma situação onde ele viu um espírito acorrentado na casa dele. Um dos exus do terreiro que ele frequenta pediu para atuar no caso e tirou o espírito de lá. Fomos verificar o que tinham feito com o tal espírito, se haviam o libertado ou aprisionado em outro local e vimos que de fato eles tiraram o espírito e o libertaram, era uma pessoa encarnada que havia sido aprisioinada em desdobramento.
     Como estou escrevendo sobre exus esses dias puxei ele, incorporei ele num médiu e disse que queria falar com ele, que logo perguntou se eu queria trabalhar com ele. Disse a ele que não, que apenas queria conhecer a história dele para contar aos meus leitores e ele assentiu. 
    Perguntei porque ele se chamava de Exu Tiriri e ele disse que pra ele tanto faz o nome, mas que gostou desse, se querem chamá-lo assim ele não se importa. Disse que no astral não se apresenta como exu ou qualquer outra entidade, que o interesse dele é trabalhar e se aparece oportunidade na casa ele se prontifica, os nomes são as pessoas que definem, ele apenas concorda.
    Ao contrário de outros espíritos que fazem questão de "ostentar" algum título, principalmente se o título for de "exu", esse parece que não estava preocupado com isso, a intenção dele era unicamente de trabalhar.
    Perguntei a ele se ele fazia trabalhos para o mal e ele disse que não, que se o medium quizesse algo assim ele se afastava de perto e vimos que ele dizia a verdade. Uma coisa rara e que até me deixou feliz é que vimos que o terreiro onde esse exu trabalha é do bem mesmo, os dirigentes são preocupados com o tipo de trabalho que é feito lá e não permitem magia negra, apesar de vermos que alguns espíritos no astral da casa se pedir eles fazem.
     Bem, mas perguntei a esse Exu Tiriri o que ela fazia na sua última encarnação e ele só lembrava que era medium de terreiro, então dei um comando para ele lembrar e aí se descortinou também para o médium no qual ele estava incorporado sua história.
     Ele era um negro escravo, nascido na senzala, era a segunda geração da família nascida em cativeiro pois sua mãe já nascera na senzala também, mas seus avós vieram da África e tinham conhecido a liberdade antes de serem escravizados. 
     Ele aprendeu com sua mãe sobre a religião e no terreiro dentro da senzala ele recebia as entidades e trabalhava, era dedicado e humilde. Até que ele e uma negra da Casa Grande se apaixonaram, queriam ficar juntos, mas o sinhozinho filho do dono da fazenda não permitia porque a negra era dele (sexualmente) e ele não aceitaria que ela se deitasse com os negros, era só dele.
     O jovem escravo se revoltou com a proibição e foi duramente castigado, lhe bateram muito e o prenderam fora da senzala, deixaram-no vários dias sem água e comida e ele acabou morrendo.
   Com o coração cheio de mágoa e sofrimento, no astral ele começou a trabalhar em terreiros, e quando viu terreiros onde havia gente branca, fez questão de trabalhar com eles, porque não queria mais nascer como preto, não queria ser escravo novamente. Ele queria trabalhar muito para os brancos, queria crias laços com eles para nascer entre eles, não queria mais nascer preto.
    Já prendemos vários seres que se diziam exus, mas nesse caso o que fizemos foi libertar esse espírito conhecido como Exu Tiriri. Apesar de estar trabalhando porque queria, o motivo dele estar num terreiro de brancos era uma vilipendiação de sua origem. 
    Quando o fiz lembrar de sua vida passada ele teve um choque emocional e  percebeu que estava renegando sua origem. Ele foi acolhido pelos espíritos ancestrais africanos que trabalham conosco e provavelmente não vai mais trabalhar em terreiros, pelo menos não pelo mesmo motivo de antes.

Gelson Celistre

3 comentários:

  1. Eis ai um final....raro mas feliz no mundo espiritual. O terreiro que frequentei, Lar Espirita Pai Joaquim Toco, numa cidade do interior aqui da Bahia, tmb não se fazia o mal, nem eram aceitos nenhum tipo de trabalho com essa finalidade ou prposito. Anda assim preciso fazer uma consulta contigo, Celistre, ainda esse ano para descobrir algumas coisas que me envolvi tempos tras se essa seria a causa de tantos desacertos inexplicaveis que ocorrem em minha vida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então caro amigo da Bahia, sou aqui de SP capital e conheço o trabalho do amigo Gelson, altamente de grande confiança e super indico, até porque no início da carreira dele e puxava bastante sardinha prá religião, mas acredito que com o desenrolar dos anos de trabalhos no astral ele foi se aperfeiçoando as técnicas e tendo macetes, e preferiu sair um pouco da religião, prova disso que menciono é que ele escolhe lugares neutros e não religiosos para atender o público, uma sala alugada, etc. Outra coisa importante, eu e minha esposa passamos por esses tratamentos e estamos bem mesmo, no astral comigo q estava muito perambulando por ai no astral, sosseguei mais, e por vezes nem lembro muito dos sonhos, era o que queria. Indiquei uma amiga aqui que apanhava do marido por 13 anos e sofrendo todo tipo de abuso inemagináveis, mas se quiser imaginar fique a vontade, e ela nunca podia fazer um boletim de ocorrência e nunca teve, todas as marcas no corpo guardava pra ela pois desempregada e obrigada a ficar no lar para cuidar de 2 filhos altistas que mal falavam ela se sujeitava a aguentar até um dia eu apresentá-la ao Gelson que logo tratou do sujeito no astral, resumindo, hoje ela conseguiu se separar dele, ficou com a casa pois a justiça assim achou melhor, ela trabalha em buffet fim de semana e pizzaria no meio da semana e ganha o dela prá pagar as contas. Já ele está num hospital internado num quadro de esquizofrenia porque com ele havia um demônio dos brabos absorvendo energias do casal na ora das brigas, já que entre-vidas o rapaz fez pacto com o demo para roubar energia da moça que noutra vida era empregada desse rapaz e não quis ficar com ele porque amava o marido, depois daí o rapaz em questão matou o marido e ela, e o demo lá naquela vida de novo atacando e sugando energias, e graças a equipe do Gelson, todos foram presos e a moça continua trabalhando e sustentando seus dois filhos.
      Gelson, super recomendo à todos.

      Excluir
  2. Muito lindo a história desse amigo aqui, fico feliz por ele ter encontrado a equipe e ser liberto pelos motivos certos. Quando eu era religioso "espírita" e trabalhador assíduo, também conheci um desses amigos (exú Tiriri) foi uma amizade muito verdadeira, e se preocupava muito comigo e com meu pai (alcóolatra) na época, pai tinha se separado de minha mãe e perdera a família e a casa q construiu com as próprias mãos, era pedreiro desde os 18 anos e só pensava em trabalhar e nunca deixou faltar nada em casa, e estava arruinado em desgraça, também perder os 2 filhos q amava e perder a casa não era prá menos, mas a história é desse exú, que vivia me cobrando para ir visitar o velho, ir lá conversar com ele, não deixá-lo desemparado, pois ele que tinha me falado q dos 3 filhos, eu é quem iria tirá-lo de todas as coisas ruins e esse exú estaria sempre ao meu lado e prá ir sem medo, pois meu pai morava numa pensão de várias pessoas, e onde ele ficava era um quarto sem janelas e só uma porta, paredes feita por ele mesmo de madeirite d construção, e ele sempre comprava mistura e verduras, e deixava numa geladeira comunitária e os d+ lhes roubavam as coisas e comia tudo coisas q ele havia guardado para comer a noite qdo chegasse, isso tudo exú tinha me contado q ele bebia por vários motivos de desgosto, mas ele sempre me lembrava, visitou o velho, e me cobrava, parecia até um mentor das trevas prá mim, até hoje tenho saudade daquele amigo mas nunca + o vi, nem em astral, mas fica registrado aqui, que por causa do carinho q ele teve por mim, e por meu pai, consegui tirar meu pai da bebida com o carinho e amor q ele fazia questão de me lembrar, e nunca esquecer, e por consciência própria após pai ter o infarte, briguei com mãe e irmão + velho para q sedesse um comodo para ele morar comigo, eu e ele voltamos para a nossa casa q antes era toda da minha mãe e ela alugava os cômodos, graças a..., exú tiriri, meu verdadeiro amigo das sombras, só posso desejar a ele q evolua mais e mais dentro do amor e ajuda ao próximo.

    ResponderExcluir