terça-feira, 12 de julho de 2011

O mestre dos 7 raios

Há alguns dias recebi um e-mail com uma psicografia cuja autoria espiritual era atribuída a uma pessoa muito conhecida e polêmica no meio televisivo aqui no Brasil, por conta de ser ela muito "desbocada" e estar sempre falando palavrões quando estava "viva".

A primeira "pista" para se identificar uma mistificação é a autoria; se for atribuída a uma pessoa muito conhecida quando viva já é um indício de que o autor está querendo chamar a atenção mais pelo nome do que pelo conteúdo.

Como já sei que essas msgs são todas "fraudulentas" e não me acrescentam nada de útil nem costumo ler, apenas deleto. Entretanto, me "deu na telha" de ler essa. Afinal, meu trabalho é diretamente com entidades trevosas e de vez em quanto tenho que me "atualizar" acerca das artimanhas que eles estão desenvolvendo.

Tem uma parte da suposta msg onde a autora espiritual relata sua estadia em um local de baixa vibração, um bordel para ser mais exato, e essa parte é bastante plausível, é condizente com as situações que existem nos bordéis do astral inferior. Até aí tudo bem.

No meio da narrativa ela fala sobre uma "deusa" vestida de vermelho que a resgatou, irradiando beleza e luzes como se fossem fogos de arifício, uma tal de deusa do "raio rubi". Depois tem uma enrolação onde ela conta que uma tal de mestra Nada mandou buscarem ela e tal, que foi pra colônias e o escambau, diz que assitiram num telão que o Sai Baba foi não sei pra onde, e que a mandaram seguir "as pegadas" de Jesus, Buda, Chico Xavier, Mestra Nada, etc.

Uma das muitas imagens da Mestra Nada que circulam pela internet e que,
 segundo a médium vidente que trabalhou no caso, é idêntica ao artificial criado pelo mago.
Outras pistas da mistificação: a entidade associa o nome de um espírito qualquer ao de espíritos reconhecidamente elevados, no caso aqui a tal de "mestra Nada" com espíritos como Jesus e Buda. As afirmações sobre as entidades que eles querem "autenticar" vem junto com informações que já são de conhecimento comum, como fatos sobre a vida em colônias e cidades astrais, amplamente divulgadas em livros espíritas. Sem falar em aberrações escancaradas como afirmarem que a msg seria para comemorar não sei quanto tempo lá que existe o blog divulgando essas insanidades.

Resumindo, no geral essa "psicografia" podia até ser da pretensa autora espiritual, pois a vida dela era muito conhecida e para quem é do meio espírita/espiritualista não seria tão difícil imaginar que ela fosse parar num local como o que ela relata, um bordel.

Realmente é complicado para um leigo ou alguém com conhecimento superficial sobre espiritismo/espiritualismo identificar certas coisas que denotam que a msg é fraudulenta. Claro que se tivessem uma boa base, ou seja, se tivessem estudado Kardec e Ramatis, identificariam com facilidade.

Bem, o caso é que eu li isso e acabei encontrando um velho conhecido. Ao ler o e-mail eu me desdobrei e fui parar numa região qualquer do astral. Não foi itencional e eu nem percebi que estava nesse local, até que logo depois encontrei uma médium que trabalha comigo e ela me perguntou onde eu estava, pois ela sentiu que eu estava (desdobrado) "longe".

Fomos verificar onde eu estava e a médium logo começou a sentir um frio glacial. Era um local de vibração muito baixa pq até eu senti esse frio, e olha que hoje tava quente aqui no Sul, pois depois de uma semana com temperaturas abaixo de zero estava 17° C nessa hora.

Eu estava desdobrado em um laboratório observando o espírito de uma mulher que estava lá, tbm desdobrada, toda amarrada e amordaçada, com os cabelos desgrenhados. A médium diz que, apesar da situação em que se encontra, a mulher parece meio enlouquecida. Há uma movimentação muito grande de médicos e enfermeiras nesse lugar.

A médium continuava a sentir muito frio e começou a sentir uma forte tontura. Nesse laboratório é onde criam os "artificiais" dos 7 raios, e ela tbm viu nesse local uma mulher com aparência angelical, e embora estivesse trajando um vestido vermelho, parecia mesmo uma deusa, com um olhar de um ser "do bem". A imagem que ela viu e que muitos médiuns enxergam é uma criação artificial desse laboratório, a tal "mestra Nada". Além dessa tal "mestra do raio rubi", existiam mais seis artificiais representando os outros 6 "mestres" dos raios coloridos, que na verdade não exsitem realmente, são apenas criações materializadas no astral.

As imagens que circulam associadas aos 7 raios são
sempre com seres angelicais, mestres, etc.
Ligados a esse local haviam milhares de pessoas encarnadas, todas deslumbradas com a "beleza" dos tais mestres dos raios coloridos, que seriam azul, dourado, rosa, branco, verde, violeta, etc., cada um com um "mestre". No caso o do rubi seria uma tal de "mestra Nada". Essas pessoas são principalmente médiuns fascinados e hipnotizados, presas da própria vaidade.

Logo em seguida apareceu o mentor dessa grande ilusão, o mestre do raio que o parta, um antigo mago, que me conhecia dos meus tempos (mais) trevosos. Seu corpo astral está em farrapos, quase desaparecendo, pois ele evita a reencarnação necessária há muitos milênios. Ele se esconde sob um longo manto escuro com capuz lhe cobrindo o que ainda resta da cabeça. Ele precisa da energia desses encarnados fascinados para se manter.

Ele já havia percebido nossa presença e atacou a médium, fez um gesto em espiral na testa dela que lhe provocou tontura, os olhos lacrimejaram muito, e ela não conseguia mais enxergar com sua vidência. Logo que ela começou a enxergar percebeu que eu estava me apresentando vestido como um mago, com uma túnica negra e usando um medalhão com o símbolo do pentagrama no peito, e junto a mim vários outros magos que pertenceram a essa mesma Ordem em épocas remotas.

Criamos uma espécie de energia no formato do pentagrama e ela começou a sugar tudo que havia ali, inclusive o velho mago, mestre do raio que o parta, que embora relutante, foi preso por nós juntamente com os artificiais dos 7 raios que ele criou e que mantinham milhares de pessoas fascinadas e vampirizadas.

Enquanto isso a médium, agora em desdobramento supraconsciente como uma sacerdotisa, paralisou os cientistas. Me dirigi à mulher amarrada ali e a libertei, era a médium que recebeu a tal psicografia, e lhe disse para esquecer esses mestres dos raios e voltar para seu corpo físico.

O pessoal de nossa equipe espiritual chegou para levar os cientistas que a médium prendeu e tbm para libertar milhares de encarnados ligados aos tais mestres dos raios coloridos. Após eles terminarem, os magos que estavam comigo começaram a destruir o local. Enquanto isso eu emiti uns comandos para as pessoas que estavam ligadas a esses mestres dos raios coloridos não busquem esse tipo de "espiritualidade", baseada no deslumbramento e nas futilidades, onde a "salvação" não depende da "reforma íntima", de mudança de maus hábitos, mas de afirmações tolas de "eu sou isso "eu sou aquilo", invocações, etc.

Após isso eu estava conversando com a médium sobre o atendimento e ela entrou no blog que divulga essas msgs, provocando um desdobramento da pessoa que recebeu a psicografia, que incoporou na médium e me perguntou o que eu estava fazendo ali, que eu me metia em tudo, etc. Ficou fazendo afirmações de "eu sou luz" e perguntando se eu não queria a ajuda dela... enfim, totalmente fascinada com o que imagina ser a "luz". Ainda mostrei a ela o mestre dos 7 raios preso e as criações artificiais que ela cultua como deuses, mas ela não acreditou. Mandei-a de volta para seu corpo e dei o caso por encerrado.

Abraço.

Gelson Celistre.

11 comentários:

  1. Caro Gelson

    Sempre que leio seu blog, fico cada vez mais convencida da existência de Deus e de seus missionários sobre a Terra, à esclarecer os leigos e vc é uma dessas pessoas. Deus ilumine sua evolução e que continue contribuindo para a retirada do véu da ignorância.

    Eu gostaria de relatar que à alguns anos atrás tb fui "devota" dessa linha a qual essa Postagem se refere (7 raios - que o parta - rs, Mestres disso e daquilo e etc)...

    Minha experiência foi muito, muito intensa mesmo, e não foi uma experiência boa. Me trouxe consequências, me trouxe dor, atraso de vida, doenças, perdas financeiras, enfim tudo de mais negativo.

    Será realmente possível que uma pessoa possa se entregar à uma prática "milagrosa" sem saber a origem da mesma ? sem ao menos questionar da onde saíram esses "maravilhosos" Mestres Coloridos ? Sim.... Aconteceu comigo...

    Eu fico admirada em saber que existem ainda tantas pessoas iludidas com essas seitas etc, e que essas pessoas sem se dar conta de quem são esses supostos Mestres, se entregam às suas práticas, decretos, enfim...

    Pessoas iludidas, aprisionadas, usadas para divulgarem tudo isso. (A quantidade de blogs, sites e casas esotéricas que mergulham de cabeça em tudo isso é INSANA !)

    Em referência a tal Fraternidade Branca, se as pessoas pesquisassem, (e não precisa de nenhuma pesquisa mirabolante) a internet mesmo disponibliza a origem dessa seita que é ligada à pessoas que fundaram ordens satânicas e que se sempre se envolveram com satanismo...Nomes bem famosos por sinal !! (Madame Helena Blavatsky, Alesteir Crowley etc....)

    Que me perdoem os Teosofistas, mas acho tudo isso uma grande baboseira.

    Sei que tenho defeitos e a cada dia luto para corrigi-los...Mas desde que saí fora de tudo isso, a vida mudou da água pro vinho !

    Enfim, eu queria somente dar esse meu pequeno "testemunho" e comentar que eu também me iludi, tb mergulhei fundo nessa fantasia, mas Graças a Deus acordei, vi realmente que esse não era o caminho....e que o único caminho tem um Nome: JESUS.

    Tenho aprendido MUITO em seu blog, muito obrigado.

    Fiquem todos com Deus, paz e luz

    ResponderExcluir
  2. Boa noite Gelson, também recebi a referida msg sobre a artista bem conhecida aki no Brasil, através de e-mail. Li tudo e fiquei com uma dúvida... A psicografia poderia ter algo de verdadeiro? Digo isso por que a mensagem que a suposta psicografia deixa é a de que devemos viver uma vida com mais integridade e espiritualidade aki nessa dimensão, e aprender com nossos erros passados. Pelo menos foi isso que compreendi... Como estou começando nesse caminho de "Despertar" leio sobre tudo um pouco e tento na medida do possível assimilar o melhor de tudo, o que ressoa mais com meu coração. Acontece que são tantas informações divergentes nesse meio espiritualista que me sinto inevitavelmente confusa... Gostaria de saber apenas se da mensagem recebida não há nenhum fundo de verdade? Como por exemplo a conscientização do espírito sofredor dakela personalidade famosa, de seus erros, dessa e de outras vidas, como ela mesma narra, e seu arrependimento... e seu pedido de socorro... Ela não pode realmente ter ido dakele lugar fétido e horrível para uma Colônia ou algo parecido, a fim de se regenerar? Ou foi tudo realmente inventado? Com que intenção, se no final o que ficou registrado, pelo menos para mim, leiga no assunto, é que devemos pelo menos tentar uma vida com mais retidão e a serviço de Deus nessa Terra? Realmente fiquei confusa agora e cada vez mais me sinto sem saber em que confiar realmente e acreditar... Há algum mal em se repetir afirmações que nos façam cada dia melhor? Não que somente isso seja o suficiente, claro, mas se ajuda até mesmo em nossa reforma íntima, em mudar a maldade de nosso interior, então porque NÃO? Fiquei presa por muitos anos em uma igreja evangélica muito rígida, toda minha adolescência e juventude, e quando consegui me libertar descobri o caminho espiritualista, porém, não consigo mais acreditar em nenhuma igreja, seita, escola de iniciação, grupo... Fiquei traumatizada com líderes religiosos, pois, só eu sei o que passei... beirei a loucura literalmente! E agora tudo o que eu mais queria era somente A VERDADE! Agradeço se me responder... Obrigada.

    ResponderExcluir
  3. Oi Nara,

    Como eu disse no post, as informações são condizentes com o que poderia ter acontecido com a suposta autora da msg, mas isso não significa que realmente aconteceu ou que foi ela mesma quem ditou aquilo.
    É preciso analisar uma comunicação mediúnica de modo geral, em todos os seus aspectos, e não apenas em algumas palavras que falem de amor e caridade no meio texto, pois estas encobrem afirmações subjetivas de que tal entidade é um "ser de luz", validando assim toda msg que for atribuída a esse ser.
    Afirmações positivas são boas sim, mas como vc bem disse, não vão resolver o problema.
    "Assim também a fé, se não tiver obras, é morta em si mesma." - (Tiago, 2:17)
    Não basta apenas afirmar "eu sou luz" para que vc seja luz e é para esse tipo de coisa que alertamos.
    Além disso, na prática, quando vc se afiniza com alguma idéia, religião ou seita, vc se conecta com os seres ligados a ela no plano astral e no caso de serem eles "trevosos", como era o caso, vc estará sendo vampirizada e pode inlcusive vir a ser escravizada por esses seres quando estiver na dimensão astral.
    A verdade absoluta não é possível de ser alcançada pela nossa mente encarnada. A verdade é propagada em níveis, de acordo com o entendimento de cada um. Entretanto, para evoluirmos precisamos é aprender a amar, como nos ensinou Jesus, se agirmos do modo como ele preconizou iremos para um local melhor quando morrermos e lá teremos mais oportunidades de conhecer a "verdade" do que aqui na Terra.
    O conhecimento por si só não liberta. Os magos negros e dragões possuem um conhecimento e poder muito além do que podemos imaginar e mesmo assim vivem nas Trevas. O que liberta é a prática do amor.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  4. Concordo com nosso irmão Gelson; Muitos querem que um culto religioso faça por você aquilo que é de sua obrigação fazer, ou seja todos veio com uma bagagem de conhecimentos, e tambem de aprendizados para serem praticados e desenvolvidos para o bem, o medo e o receio de errar que impera inconcientemente, faz que muitos seres aqui se retraem, diante dos desafios impostos pela vida nesse planeta.
    Eu volto a afirmar, O amor é uma energia muito poderosa, ou seja não deve usar descriminadamente, quando vc se dedica a fazer o bem sa pessoas em sua volta e longe de vc, não pode utilizar de meios materiais para a pratica do bem, e saber separar as duas coisas, ou seja, o que é material, é material, o que é espiritual é espiritual, quando se mistura o sentimento de satisfação material mais espiritual, vc tem a tendencia de se conetar no astral com seres que vibram para o mesmo propósito com duplas intenções. Jesus sendo um medium de grandes efeitos fisicos, não mistificou o seu don mediunico e nem tam pouco fez de suas ferramentas o prazer material, não como servir a Deus e Mamon.

    ResponderExcluir
  5. Interessante o post, Gelson, mas Mestre Saint Germain, que eu saiba, existe. É citado como dirigente planetário nos livros do Roger Paranhos Bottini. Tem algo a dizer sobre isso?
    Em relação ao comentário citando Madame Blavatsky, não existe ligação dela com satanismo ou algo parecido. Eu estudo Teosofia e nunca me deparei com qualquer ensinamento que diferisse em sua essência de outras ordens, como a Rosacruz e a Martinista, que são essencialmente filosóficas. Pensar, mais do que revirar um caldeirão mágico, é a base de toda magia, seja ela de esquerda ou direita. E a distância entre um lado e outro pode ser da espessura de um fio de cabelo. Andamos primordialmente no 'fio da navalha' mesmo que pensemos em nossa ingenuidade saber diferenciar o bem do mal. Não existe maniqueísmo no mundo real.

    ResponderExcluir
  6. Oi SAS,

    Como eu disse no texto, a estratégia desses seres é associar seus pretensos mestres com nomes conhecidos e se apropriar dessas nomes. Sem entrar no mérito, o fato de ter existido um Saint Germain não significa que qualquer espírito que se diga o próprio realmente o seja.
    O problema da maioria das pessoas é se apegar aos nomes e não às idéias, além disso não vêem o quanto é absurdo que um ser de alta hierarquia não tenha mais nada o que fazer a não ser ditar msgs que nada tem de original para promover um blog qualquer.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  7. Mas então devido a estes relatos devemos considerar que estes seres dos 7 raios não existem?
    Já que sabemos que os seres trevossos usam os nomes dos verdadeiros profetas para enganarem os olhos e sentidos humanos, inclusive ousam usar o nome de Jesus.
    As cores são criações divinas, a luz também, a cura atraves das cores e da luz é uma comprovação cientifica, e a fé age em todas as situações aliada com o amor para o bem.
    Acredito sim que os trevossos agem em nome de qualquer um, usando os sentimentos negativos que cada pessoa carrega consigo, e por esse motivo fica mais facil a ilusão, mas aquelas pessoas que não usam de orações para fins mesquinhos e com o coração cheio de amor e bondade, pode sim entonar mantras formulados, com conteúdos onde afirmam que Deus está dentro de cada um de nós, como é o caso do EU SOU, ou até mesmo fazer uma oração em forma de uma conversa informal com Deus baseada em sentimentos nobres e verdadeiros.
    Em tudo pode existir o bem e o mal, só depende dos sentimentos e das reais intensões para saber identificar para quais fins cada pessoa utiliza suas orações.
    Viva e reconheça Deus em você e poderá encontrar a energia dele em tudo e em todos, e descobrirá que até esses seres trevosos são irmãos que precisam de cuidados imediatos e não de desprezo.

    ResponderExcluir
  8. Oi Anônimo,

    Deus está dentro de cada um de nós sim, mas isso não nos isenta de ter que cumprir as Leis que ele mesmo criou.
    A lei básica aqui é o karma, ação e reação, e ficar repetindo "eu sou" isso ou aquilo não vai diminuir o karma que te mantém aqui.
    A questão do reiki é que ele foi criado pelos trevosos, é diferente de pegarem algo "do bem" como o espiritismo e distorcer. O reiki já nasceu comprometido com as trevas.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  9. Olá Gelson,
    Tenho lido suas postagens;muito esclarecedoras.Lendo a postagem acima, vi que a médium sentiu muito frio na presença dos seres trevosos. Eu, frequentando centro espírita, já senti muito frio, em algumas reuniões, e sempre eram ligações com seres inferiores.
    Certa vez em um grupo na internet, uma participante "canalizou" um ser que disse ser "Sananda"( Jesus???) e eu senti muito frio durante a comunicação,apesar do verão.
    E um "amigo" vive em estudos particulares com esses tal mestres. Ele me contou que o canalizador sente muito frio durante as canalizações.Segundo ele (frequência Zero).
    Sempre que o médium sente muito frio, a gente pode ter certeza que a ligação se dá com seres trevosos?
    Abraço, Cristina.

    ResponderExcluir
  10. Oi Cristina,

    Geralmente o frio é sinal de frequências muito baixas. Certamente esse "canalizador" é mais um fascinado iludido. Esses seres que se dizem mestres sáo todos das trevas e usam a vaidade e ignorância dessas pessoas para lhes vampirizar e tbm aos que neles acreditam.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  11. Olá Gelson,

    Em 2003 eu fiz os cursos de Reiki com um professor que escreveu vários livros sobre o assunto. Cheguei até o nível do mestrado, mas nunca tive a real intenção de ser professor ou usar o Reiki comercialmente. Queria apenas conhecer mais. Não tive qualquer repercussão física após as sintonizações nem nas vezes que utilizei esta energia. Vi sim resultados bastante interessantes da ação desta energia. Não me considero medium.
    Li todos os artigos que você escreveu sobre o Reiki e sobre Mikao Usui. Não sou um defensor incondicional do Reiki, mas me despertou o interesse em pesquisar mais na Internet sobre o sr. Usui. É possível encontrar referencias à sua familia, irmãos, esposa e filhos. Existe uma pedra memorial inclusive, com inscrições em japonês antigo, que conta um pouco da história dele.
    Como você mesmo relatou neste caso dos mestres dos 7 raios, muitas vezes, seres mal intencionados se passam por personagens reais para iludir os incautos com algum propósito negativo. Não poderia ser este o caso também deste Usui que você relata ter encontrado?
    O Reiki chegou ao ocidente de uma maneira muito negativa, a meu ver, pois era uma verdadeira "máquina de ganhar dinheiro". Lembro que um nível de mestrado custava US$ 10 mil a uns 15 anos atrás. Talvez por isso a imensa proliferação de Reikis disso e daquilo, talvez na esteira de aproveitar a chance de ganhar bastante dinheiro. A história que chegou inicialmente era toda mentirosa e dizia que Mikao Usui tinha sido padre católico no Japão. Uma coisa que se provou falsa mais tarde. Eu conheci um certo "Reiki Master" que certamente tinha ligações muito negativas e que com certeza contaminava aqueles a quem sintonizava com estas ligações negativas.
    Eu me interessei bastante quando conheci o Reiki tradicional Japonês, aquele que é realmente ensinado em algumas escolas mais sérias no Japão. Neste ensino, não existem estas baboseiras de que a energia canalizada é sempre positiva e que você não precisa de nenhum preparo para aplicar, que basta por a mão e "Reiki ON"e tira a mão "Reiki OFF". Existe todo um conhecimento técnico de como e onde aplicar.
    Acho muitos dos seus textos bastante interessantes e aprecio a honestidade com que você apresenta seus próprios problemas de vidas passadas.
    Concordo também que só a auto superação de nossas qualidades inferiores vai resultar em verdadeira evolução.

    Abraço,

    Chris.

    ResponderExcluir