quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Dificuldade nos relacionamentos amorosos

     Esta consulente nos procurou pq queria entender algumas situações de sua vida, algumas até comuns a muita gente, como 'dificuldade nos relacionamentos amorosos', que não dão certo, estão indo bem e do nada terminam, etc. A consulente possui sensibilidade mediúnica e está se 'desenvolvendo' numa casa de Umbanda que, segundo nos afirmou, é de 'umbanda branca', ou seja, não utiliza sangue em seus rituais e nem faz trabalhos para o mal.


     Um dos obsessores que a acompanhavam era um espírito feminino, que em outra existência fora sua 'mãe-de-santo' no candomblé, sendo que na ocasião ela depois te ter feito todos os 'assentamentos', deu-lhe as costas e foi trabalhar com uma outra mãe-de-santo que não era do candomblé e sim da umbanda.   
   Esse ser provocava os rompimentos dos relacionamentos atuais da consulente. Não bastasse isso a consulente levou ainda o filho da tal mãe-de-santo, que era seu namorado. Durante a 'doutrinação' veio à tona que essa mãe abusava sexualmente do filho, que além de seu filho natural era tbm seu filho-de-santo. Um irmão dele saiu de casa na adolescência por perceber o tipo de relação incestuosa da sua mãe com o irmão.
     A outra mãe-de-santo, a da umbanda, tbm estava junto tentando proteger sua 'filha', apesar de ser um espírito com boa intenção, tbm precisava de auxilio. Antes de ser levada por nossa equipe ela disse que no local onde a 'filha' ta desenvolvendo agora eles não sabem identificar as entidades, se são guias de verdade ou mistificadores, e que se ela 'deixasse', sua filha acabaria recebendo algum obsessor que se faria passar por guia.
     Além das 'mães-de-santo' dela de outra vida estava junto tbm o ex-namorado, filho de uma delas, revoltado com a mãe pq naquela vida, tendo perdido o 'filho-amante' e uma das 'filhas' de santo, ela fez um feitiço que acabou provocando o desencarne prematuro da consulente. Fizemos ele ver que em uma vida anterior eles foram casados, e que ele a abandonou com um filho pequeno, sendo que alguns anos mais tarde retornou, matou ela a machadadas e vendeu a criança como escravo, esse filho inclusive era o seu irmão que saira de casa na adolescência, e que já o havia perdoado.
     Apareceu ainda uma criança chorando, que fora filha da consulente em uma outra existência. Disse que apanhava muito do pai e que ele tbm batia em sua mãe, que era a consulente, e que ele costumava enfiar a cabeça de sua mãe na água até ela quase se afogar, várias vezes, como forma de punição por alguma desobediência. Sua mãe tinha um amante e ele descobriu, tendo matado o tal homem e a surrado. Ela pensou que fora essa filha que a tinha denunciado e a matou.
     O pai dessa criança, o ex-marido, acabou aparecendo tbm para reclamar suas 'posses' e dialogando com ele, descobrimos que atualmente no astral trabalhava para dois outros seres, 'educando' os espíritos que eles mantinham como serviçais e prisioneiros. Claro que logo adentramos no local e libertamos todos. Os dois 'chefes' dele ao perceberam a movimentação entraram nas celas para se fazer passar por escravos tbm mas quando eu mandei ele pensar nos seus chefes eles foram identificados pela equipe. Um deles, o mais revoltado, incorporou e começou a tentar nos intimidar. Tinha uma aparência um tanto monstruosa, maior que um ser humano, mas quando o fizemos 'assumir' sua verdadeira aparência, ele se mostrou como um anão.
    Conversando com o ser, se desdobrou à visão dos médiuns duas vidas consecutivas desse ser, as últimas, nas quais ele fora anão. Na última era anão de circo e na anterior era um bobo-da-corte. Essas vidas tinham gerado uma revolta muito grande neste espírito por ser motivo de chacota e inclusive por ter sido muito maltratado na ultima vida, no circo, pelo dono. Dessa última existência ela trazia uma cicatriz no lado esquedo do rosto, devido à uma mordida de um leão, pois o dono do circo enfiava a cabeça dele dentro da jaula do leão para amedontrá-lo e torturá-lo e numa dessas o animal lhe cordeu a face. Interessante que antes de o médium nos revelar esse fato estávamos sentindo em nossa face a dor que ele sentia.
     Investigando as causas, descobrimos que em vida anterior a essas o tal anão era uma pessoa muito cruel e que se comprazia em decepar as pernas das pessoas na altura dos joelhos e que fez isso com muita gente, iclusive com uma pessoa que, reencarnada, veio a ser o dono do circo que tanto o detestava. Foram resgatados ainda 12 seres que o anão havia cortado a perna e inclusive a trupe do circo onde ele trabalhava veio buscá-lo ois ele preferia continuar vivendo naquela região trevosa. No final todos os necessitados foram socorridos.

     Por trás de uma situação aparentemente simples e comum como costumam ser as 'dificuldades nos relacionamentos amorosos', se desdobrou uma teia interligando vários seres em diferentes graus de sofrimento, alguns apenas sofrendo, outros fazendo tbm outros sofrerem, mas todos com um ponto em comum, que era a consulente. Devido a ter sensibilidade mediúnica, logicamente devido ao seu comprometimento de vidas passadas, ela acabava trazendo todos para a sua vida, inconscientemente é claro, mas nem por isso deixando de sofrer as influências.


Gelson Celistre

Nenhum comentário:

Postar um comentário