sexta-feira, 16 de agosto de 2019

A múmia alienígena

     Num atendimento a distância de um rapaz que queria tratar despersonalizaçao, calores intensos que ocorrem eventualmente, bem como queria saber se ele teria espiritualmente uma origem extraterrena, nos deparemos com uma vida passada dele onde foi um arqueólogo que encontrou uma múmia alienígena.



    Em uma expedição de campo no Egito ele se deparou com uma múmia que não era humana e ficou obcecado com a ideia de que os antigos egípcios haviam tido contato com alienígenas. O espírito do alienígena que havia sido mumificado se aproximou dele com o intuito de vampirizá-lo e passou a ter contato com ele durante o sono, aparecendo para ele em sonhos e lhe dando orientações e sugestões sobre sua vida acadêmica.
     O arqueólogo tinha um filho que nasceu com uma deficiência física e o alienígena começou a lhe orientar atraves do contato que tinha com ele em sonhos em como tratá-lo, mas sua intenção real era fazer com que o arqueólogo sacrificasse o filho para que ele absorvesse a energia da criança e no fim foi o que aconteceu, pois no fim o ET o convenceu de que o melhor para a criança seria a morte.
     Este espírito alienígena havia perdido o contato com o arqueólogo após aquela vida, mas o reencontrou na encarnação atual e começou a obsidiá-lo, insuflando-lhe ideias fantasiosas de que ele era de outro planeta e que estaria deslocado aqui na Terra, tudo com o intuito de lhe vampirizar as energias.
     Para potencializar este efeito ele provocou o desdobramento do consulente em várias frequências e para isso usou também outros espíritos que tinham ligação kármica com ele. Um desses espíritos era um artista que em vida passada foi muito talentoso, pintava, desenhava e projetava, uma espécie de Leonardo Da Vinci. Esse artista era amigo do consulente naquela vida, e também era apaixonado por ele, pois era homossexual, mas o consulente o enganou, roubou suas obras e projetos para vendê-los como se fossem de um comparsa dele. O artista ficou muito magoado com a traição e acabou cometendo suicídio. O alienígena abriu essa frequência e colocou o espirito junto do consulente para o perturbar.
     Descobrimos que esse alienígena foi exilado aqui em nosso planeta como punição pois cometeu crimes em seu planeta de origem, e o largaram aqui para que morresse e entrasse no ciclo de evolução terrena. Isso foi no Antigo Egito e o alienígena, como não queria entrar no ciclo reencarnatório da Terra pediu para ser mumificado após sua morte de uma maneira especial que impedia que ele perdesse sua energia primordial do corpo astral e consequentemente não acabasse reencarnando aqui na Terra.
          No corpo astral do consulente a múmia alienígena havia colocado uns aparatos tecnológicos literalmente cravados na cabeça dele, com fios e tubos, para induzir-lhe o desdobramento e fantasias e também para lhe sugar as energias. Os calores intensos que o consulente sente eram os momentos em que o alienígena intensificava a drenagem de energia.
     Ainda vimos a vida do consulente anterior a essa, onde ele viveu provavelmente na Europa no período anterior a Segunda Guerra, tendo inclusive apoiado o movimento fascista no país em que vivia, onde era proprietário de terras e agricultor, mas se arrependeu quando começaram a confiscar os bens dele. Acabou fugindo do governo ditatorial e conseguiu embarcar num navio, onde morreu de alguma doença, tendo sido jogado ao mar.
     Esta situação que ele viveu nessa vida foi consequência de uma vida anterior onde ele era mercador de escravos e se comprazia em jogar no mar os corpos dos negros doentes ou os que morriam durante a viagem.
      Esse alienígena no astral tinha a aparência de uma múmia mesmo, com faixas pelo corpo, mas com algumas partes faltando pois já estava há milênios assim e não tinha mais energia para se manter. Nós o prendemos num campo de força e destruímos a mumificação que ainda o mantinha nessa forma e o corpo astral dele se desintegrou na hora, ficando apenas o mental, um ovóide, e nossa equipe vai fazer com que ele finalmente cumpra seu destino e entre no ciclo reencarnatório da Terra.

Gelson Celistre

2 comentários:

  1. Há uns 8 anos eu sinto, raramente de dia, muitas vezes à noite, a sensação de que toda minha rede neural começa a emitir choques. Sinto agulhadas de dentro pra fora da pele do corpo todo e com isso um calor esquisito que eu controlo com exercícios respiratórios e raramente chego a suar. Eu acabo acordando ou então tenho isso quando acordo.
    Tive um diagnóstico de polineuropatia que trato há mais de uma ano, mas ainda não tive resultados.
    Fiquei bem intrigada com a explicação deste caso...
    Gratidão por compartilhar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com uma apometria a distância nós podemos ter um diagnóstico da causa espiritual e em muitos casos podemos obter melhoras na condição de saúde da pessoa, mas claro também depende do quanto o físico já está afetado e do karma envolvido.

      Excluir