quinta-feira, 21 de maio de 2009

Sequestro de perispíritos de crianças

Recentemente, durante uma das reuniões, uma das médiuns percebeu um pequeno ser, um duende, saltitando ao redor do grupo. Fomos averiguar do que se tratava e conseguimos fazê-lo se mostrar com outra forma, meio cigano meio mago, e descobrimos que ele fazia parte de um 'exército' de espíritos, que trabalhavam para três magos da dimensão astral, e que tinham por função 'sequestrar' espíritos de crianças em desdobramento durante o sono do corpo físico, a fim de 'programá-los' . Este ser acabou chegando na minha residência, onde realizamos as reuniões, atrás de meus dois filhos pequenos, com o intuito de sequestrar-lhes tbm o corpo astral.


Esses seres aparentando inocência levavam as crianças, todas com sensibilidade mediúnica, para 'brincar' e as mantinham em estado de 'suspensão' sob a influência de uma programação mental que as 'desviasse' para o caminho do mal quando adultas. A intenção era que quando aflorasse a mediunidade nelas a programação que estavam inserindo no inconsciente desses seres os levasse a se identificar com práticas mediúnicas impróprias, voltadas ao mal, à magia negra.


Cada ser desse 'exército' recolhia 8 espíritos de crianças de cada vez, e os levava para uma das 108 bases que eles mantinham espalhadas ao redor do planeta na dimensão astral. Lá eles eram mantidos flutuando na horizontal como se estivessem dormindo, em 'pilhas' de quatro espíritos, e recebiam imagens e idéias que os levassem a achar normal e correto o uso da mediunidade para fins menos nobres. Provavelmente era avaliado o passado de cada um desses espíritos e explorado os 'pontos fracos' deles a fim de facilitar a aceitação das idéias repassadas nessa programação mental.


Através desse 'soldado' chegamos a um dos 3 magos e fazendo uma prospecção na mente dele identificamos os locais das bases que ele controlava e soubemos dos outros dois magos, pois ele tentou enviar uma msg de aviso que a 'missão fracassara' e nós 'rastreamos' . Este mago era especializado nesse tipo de atividade, a programação mental dos espiritos sequestrados. Um dos outros dois trabalhava mais com crianças encarnadas. Quando o trouxemos à reunião ele se encontrava entre uma comunidade na África incitando algumas crianças ao canibalismo. O terceiro mago estava 'trabalhando' com jovens adolescentes numa região da arábia onde ocorrem conflitos religiosos, incentivando os jovens a se tornarem 'homens-bomba' , tanto que se apresentava no astral com o corpo coberto de explosivos e ameaçando se 'detonar'.


Nas primeiras bases, ligadas ao primeiro mago que apareceu, os médiuns se deslocaram até lá e efetuamos o resgate das crianças, destruindo depois os laboratórios, que estavam 'camuflados' com aparência que não denunciasse o que se fazia ali. Apenas nesses locais havia mais de 1.600 espíritos de crianças aprisionados, que estavam assustados e sem saber o que acontecia; apagamos a memória desses espíritos e comandamos o retorno dos mesmos aos seus corpos. Um dos espiritos de crianças dentre esses estava 'morto', isto é, seu corpo físico encontrava-se em estado de coma quando ele foi sequestrado e veio a falecer, permanecendo ele preso ali. Nas demais bases ligadas aos dois outros magos efetuamos o transporte e a destruição dos laboratórios à distância, pois eram muitos mais. Em todos eles as crianças foram resgatadas e apagamos a memória delas sobre o ocorrido para que não sofressem a influência da programaçao recebida.


Apagamos a memória dos magos tbm para que eles não voltassem a realizar essas atividades e a equipe os levou embora. A finalidade dessa operação muito bem estruturada que eles mantinham era a de evitar que os espíritos com 'missão' mediúnica viessem a integrar as fileiras do bem, desviando-os de sua finalidade e os utilizando como 'soldados' das hostes do mal. É claro que se conseguiam fazer isso é pq o karma desses espíritos assim o permitia, pois todos no passado agiram contra a vida tbm.
Abraços.

Gelson Celistre

Nenhum comentário:

Postar um comentário