terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Cigana Dara


     Fiz uma pesquisa no Google usando os termos cigana dara atendimentos e o resultado foi "Aproximadamente 25.500 resultados (0,26 segundos)." Pesquisei por curiosidade pq recebi um e-mail de uma moça que fez uma harmonização à distância com uma tal de Cigana Dara e queria minha opinião.
Existem muitos médiuns que trabalham com espíritos dando consultas e se oferecendo para fazer harmonizações, desmanchar trabalhos, desfazer magias de vidas passadas e da atual, tratar obsessões, etc. 

     Com o advento da internet ficou muito mais fácil para esses médiuns oferecer seus serviços e serem encontrados pelos seus clientes em potencial, pois podem trabalhar à distância e atender pessoas dos mais variados locais e não apenas próximos ao seu consultório. Aliás muitos desses médiuns que atuam na internet usam pseudônimos ou nomes falsos e só atuam mesmo no ambiente virtual, mas nem por isso são menos perigosos do que aqueles que atendem presencialmente.
     A moça que me procurou teve um sonho há alguns anos onde: “uma mulher sentava na minha frente e contava uma história que dizia: " Era tempo de guerra fria, e você sofria muito, então me vi em uma rua suja, cabelos pretos e longos e um vestido branco, estava triste.  Ela informou que eu amava muito uma pessoa, então vi um soldado caido. Enfim desde então tive outro sonho com guerra muito real, sonhei com este soldado estava caido e tentou se levantar,mas seu inimigo de combate deu uma facada em seu peito. Eu acordei assustada e senti a facada no meu peito.
     Após isso ela conta que fez uma harmonização com uma tal de Cigana Dara e que recebeu como resposta o seguinte: “A cigana foi cuidar dessa situação com o soldado. Na verdade foi na segunda guerra, e foi sua última vida antes dessa. Vocês se amavam muito e a perda dele foi devastadora para você. Ele está desencarnado, e ainda estava preso a você. Foi tudo esclarecido pela minha equipe e ele aceitou ir descansar. Nessa vida está previsto outro rapaz, e ele virá em breve. Era necessário fechar esse capítulo, para que agora você e o soldado possam ser felizes. Cigana Dara te cuida e te protege, fica com Deus!"
     A moça informa ainda que: “É claro que depois da harmonização eu fiquei mais tranquila, aquela tristeza e depressao que eu senti minha vida inteira tem sumido aos poucos, mas a vontade de viver aquela vida, com o soldado, aquele tempo ainda persiste. Isso é normal? Só com a terapia esse sentimento vai embora? Obrigada.”
     A história da tal cigana é plausível com o sonho da moça, se “encaixa” perfeitamente e depois da tal harmonização ela diz que se sentiu melhor a princípio. Entretanto, persiste ainda um sentimento de insatisfação, de querer viver uma outra vida, que ela imagina ter sido a vida onde amava o tal soldado.
Este caso é um ótimo exemplo de como funciona a lei do karma, a reencarnação, a obsessão e os médiuns fascinados e picaretas que existem por aí. 
     O sonho da moça não era uma lembrança de vida passada e sim uma ilusão criada por um espírito obsessor, a própria mulher que lhe contava a história no sonho. A vida passada da consulente foi na época da Segunda Guerra Mundial mesmo mas ela não teve uma decepção amorosa por conta de algum soldado morto. Ela vivia na Irlanda e morreu em 1949, louca, por ter perdido um filho pequeno que morreu por intoxicação após comer algumas plantas venenosas. Ela se culpava por não ter cuidado bem da criança e enlouqueceu por conta disso.
     O interessante é que foi o mesmo espírito que lhe contou a história sobre o soldado quem induziu a criança a sair de casa e comer as tais plantas. Este espírito é uma cigana alta e meio gorda, com cabelos escuros e ondulados e que queria se vingar da moça por conta de um fato ocorrido em outra vida passada.
     Numa existência anterior essa moça que nos procurou tbm foi uma cigana, e ganhava a vida jogando cartas e lendo a sorte das pessoas, dizendo o que elas queriam ouvir e algo que lhe pudesse dar lucro. A tal cigana gorda era o espírito que acompanhava a moça naquela vida, quem lhe intuía sobre os consulentes e a fazia “adivinhar”.
     Tudo ia às mil maravilhas, a cigana encarnada faturando sua grana e a desencarnada sugando a energia dos que consultavam com ela, até que a cigana encarnada (a moça) se apaixonou por um homem que não era cigano e decidiu largar essa vida para ficar com ele. O tal homem não queria que ela continuasse com as atividades de cartomancia e por isso a cigana desencarnada, a gorda, ficou com ódio da moça e desde então a persegue e procura se vingar por tê-la abandonado.
     A cigana gorda é um obsessor da moça e o que ela queria agora era que a moça voltasse a trabalhar com ela, sendo médium dela. Por isso apareceu para ela em sonho e inventou a história do soldado amado, e depois disso a intuiu a procurar a Cigana Dara para fazer a tal harmonização, pq já tinha feito um acordo no astral com esse espírito (a Cigana Dara) para reforçar a história do soldado. A idéia é que a moça fosse fazer TVP com a mesma médium que recebe a tal cigana pois aí elas iriam “ver” que a moça tinha um “guia” e que precisava trabalhar com ele, ou seja, a cigana gorda ia se apresentar como uma bela cigana mentora da moça para enfim poder ter mais uma vez o seu “cavalo” (termo usado por alguns espíritos para se referir ao seu médium).
     Os sentimentos que a moça sente não são de um amor perdido, mas o sentimento de perda do filho que morreu ainda criança, pq a cigana gorda conseguiu encontrar esse espírito no astral desencarnado e sintonizou ambos, a moça e esse espírito, com aquela vida passada, onde a moça estava desdobrada sofrendo a perda do filho. Efetuamos o resgate do espírito do filho e fechamos a frequência da moça relativa àquela vida passada.
     Quanto a cigana gorda, que era o obsessor da moça, ela foi presa e apagamos sua memória. Quanto à Cigana Dara, ela apareceu nos afrontando e ameaçando, com um vestido vermelho e fedendo a cachaça, mas tem mais conversa do que ação e foi presa. A médium que recebia a Cigana Dara se desdobrou e apareceu ao meu lado, toda vestida de branco, e ficou com as mãos impostas sobre a minha cabeça, como se estivesse me dando um passe, porém, sua energia era muito ruim e junto dela havia um espírito negro, de baixíssima vibração. Este espírito foi preso e a tal médium enviada de volta ao corpo. 
     Podemos ver claramente neste caso como funciona a Lei do Karma e a reencarnação, pois a moça que no passado já enganou as pessoas como cartomante, agora foi igualmente enganada por uma. A associação dela com um espírito ruim fez com que várias vidas depois ela fosse vítima desse espírito, que virou um obsessor dela. 
     Vcs acham que precisa ser vidente para adivinhar o futuro dessa médium que trabalha com a tal Cigana Dara? Creio que é bem óbvio e a menos que ela mude drasticamente suas atitudes o destino será igual ao dessa moça que ela atendeu. E o pior é que médiuns desse tipo não tem a mínima capacidade de reconhecer com que tipo de espíritos estão trabalhando pois apesar de termos prendido a tal Cigana Dara, outro espírito qualquer vai se apresentar para ela como a tal cigana e ela nem vai perceber a diferença. 

Abraço.

3 comentários:

  1. Este post serviu de alerta. Muito cuidado e cautela pois a internet é uma "mão na roda" para espíritos zombeteiros e obsessores.
    Obrigada Gelson!

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde! Gostei muito do texto...e realmente acredito no fato ocorrido, pois encontrei também na internet alguns post e uma moça a qual mais apareceram links se dizendo "receber" a Cigana Dara que faz a tal harmonização virtual....e nao senti uma boa vibração nuns vídeos que vi dessa tal moça....mas procurei no intuito de aprender um pouco mais sobre a tal cigana e achei esta moça....mas para quem inicia, como saber se trata-se de um espirito obsessor ou não? Obrigada.

    ResponderExcluir
  3. Oi, é simples de saber. Nenhum espírito com alguma evolução espiritual vai ficar por aqui dando conselhos, ainda mais em troca de dinheiro. A grosso modo, seria como se vc fosse na escola primária e fizesse as provas pelo seu filho, ou seja, se vc fizer ele náo vai aprender.
    Abraço.

    ResponderExcluir