sexta-feira, 18 de maio de 2018

O vale dos justiceiros

     Muitas pessoas imaginam que podem escapar da justiça e aqui na Terra de fato muitos criminosos ou nunca são descobertos ou quando o são acabam escapando da justiça. E assim como aqui algumas pessoas se auto elegem como agentes da justiça, como justiceiros, e fazem justiça com as próprias mãos, na dimensão astral também muitos espíritos assumem a função de justiceiros, punindo na mesma moeda espíritos que em vida aqui no físico eram criminosos. No atendimento de um menino nos deparamos com um local na dimensão astral, que vamos chamar de Vale dos Justiceiros, onde espíritos que se veem como "bons" estavam fazendo "justiça" com as próprias mãos.
 

     Os justiceiros aplicavam todo tipo de "penalidade" nos espíritos sob sua tutela. Em todo o vale se viam espíritos rastejando e sendo açoitados, baleados, apunhalados, etc., todos muito machucados, mas o que todos tinham em comum é que foram pessoas muito más em vida, por este motivo tinham karma para sofrer na mão de outros espíritos violentos como eles. O consulente que estávamos atendendo estava entre os espíritos que eram castigados pelos justiceiros e quando nossa equipe chegou ao local e disse que iríamos recolher todos eles reagiram surpresos dizendo que não estavam fazendo nada errado, pois aqueles espíritos mereciam aquilo e que eles estavam fazendo justiça.
     O atendimento foi feito à distância e o consulente em questão na vida atual é um menino com os seguintes sintomas, conforme nos relatou sua mãe:
 "Bom dia Gelson, meu nome é ...  Moro em ... e há uns dois anos leio os relatos de seu blog. Tenho um filho de 4 anos e 7 meses, ele se chama ... e há cerca de dois anos passou a cair sem motivos aparentes, caia, se levantava . Levamos ao neurologista e foi constatado convulsões, foi medicado e o problema se agravando. Muitos exames e na constatado. Nenhuma na formação cerebral, tumor ou algo que justifique. Ocorre que em Agosto de 2017 , ele ficou por 22 dias internado. Saiu do hospital sem andar e em Outubro do mesmo ano perdeu a fala. As convulsões se agravaram e hj ele só senta com apoio. Gelson, sei que estou longe de vc, mas por favor, se puder e tiver permissão, nos ajude. Estou tão desesperada. Meu filho nasceu normal, teve um desenvolvimento normal e hj não está bem. Tenho Fe em Deus que vamos conseguir descobrir o que ele tem. As convulsões de agora são bem diferentes, as mãos se contraem como garras e o corpo dele vira praticamente uma bolinha. Acordei essa madrugada e orei a Deus por uma orientação. Não sei se este é o caminho, mas me ajude!"
      Além de estar sendo "justiçado" neste local, o consulente estava com várias frequências abertas, sendo que uma delas tem ligação direta com a piora que ele teve no seu estado de modo geral. Vimos que essa frequência abriu porque a mãe foi em algum lugar fazer um trabalho para que ele melhorasse quando esteve internado. Vimos inclusive que para fazer esse trabalho o pai-de-santo desenterrou uma criança e usou seus ossos no feitiço. Essa frequência que abriu era de uma vida onde o menino era médico e tinha uma "preferência" por crianças, coisa que vimos também em outras vidas dele.
     Nessa vida ele tinha uma espécie de clínica onde tratava principalmente crianças e como era médico quando alguma criança da região tinha alguma enfermidade levavam para se consultar com ele. Só que nessa consulta além de tratar a enfermidade ele dava um jeito de criar outras, hipnotizando as crianças para que apresentassem comportamentos estranhos posteriormente para que fossem levadas para serem tratadas na clínica dele. A criança entrava com tosse e saía com um problema psiquiátrico. Uma vez na clínica a criança fatalmente morria pois ele fazia diversos experimentos com elas, que eram sedadas quando os pais ou algum familiar ia visitá-las.
     Como recurso extra de segurança ele cortava as línguas delas para que caso tivessem algum momento de lucidez não poderem contar o que sofriam ali. Como a frequência abriu e isso ele continuava a fazer no astral, por efeito de espelhamento o karma foi precipitado e ele perdeu a fala. Os movimentos do corpo ele perdeu por conta também dos experimentos que fazia com as crianças, além de estuprá-las e torturá-las, pois ele era extremamente sádico e não fazia os experimentos por "amor à ciência" e sim porque gostava de provocar a dor nas crianças.
     Em uma outra vida vimos que ele também tinha obsessão com crianças e era médico patologista num necrotério, onde costumava embalsamar os corpos de crianças e guardar em seu depósito particular. Em determinada ocasião se deparou com uma situação inusitada, uma menina dada como morta na realidade estava viva e acordou no necrotério. Ele se surpreendeu mas "aproveitou" a oportunidade para experimentar injetar formol nela ainda viva, para ver o resultado. Esse espírito da menina sofreu muito pois o formol a queimou toda por dentro e era um dos muitos espíritos que obsidiava o consulente. Foi resgatada e vai reencarnar em breve.
     Uma outra frequência do consulente era de uma vida onde ele e sua mãe eram amigos e eram os dois psicopatas. Viveram uma vida de crimes e nunca foram descobertos. Eles eram serial killers e mataram mais de 200 pessoas, assassinavam, torturavam e comiam, eram canibais. Numa outra vida a mãe era casada com ele e o pai dele desta vida era o filho. Ela descobriu que estava sendo traída e degolou o marido e o filho, e depois a si mesma. 
     Em outra ela era casada com ele também, mas ele ficou tetraplégico e ela lhe aplicou uma eutanásia, mas o amava. Numa outra ela era babá dele e o pai dele, pessoa de posses e bem conceituada na comunidade, abusava sexualmente dele. Ela um dia tentou escondê-lo do pai para que não sofresse mais abusos e como ele gemia muito ela tapou sua boca, fazendo com que involuntariamente ele morresse sufocado. Nessa também ela sentia muito amor por ele.
     Enfim, vimos que o consulente não estava no Vale dos Justiceiros por acaso. É um espírito violento e bruto e está sofrendo as consequências de seus atos pelo retorno kármico. Mas não sabemos o quanto desse karma ele já resgatou em outras vidas e se os problemas que ele tem agora são temporários, apenas em função das frequências abertas e obsessões, ou se são permanentes e ele vai vier para sempre assim. Quanto aos justiceiros, suas vítimas foram resgatadas e eles foram esclarecidos sobre suas atitudes e as possíveis consequências kármicas.

Gelson Celistre
   

Nenhum comentário:

Postar um comentário