terça-feira, 16 de junho de 2009

Atendimento à distância

     Temos atendido à distância somente em casos especiais, onde a pessoa não tem onde buscar ajuda espiritual, e este é o caso de uma mulher residente na Europa, apresentando um quadro de extrema fadiga e fortes dores de cabeça, entre outras coisas. Ao sintonizar com a consulente as médiuns viram uma espada enfiada na garganta dela e logo em seguida manifestou-se através da psicofonia um espírito dizendo que não deixaria ela ficar com ninguém. Ao investigar a situação descobrimos que em uma vida passada, na época medieval, a consulente havia sido prometida em casamento a este homem e fugira para um bosque no dia do casamento, por não estar de acordo. O então noivo, um homem poderoso na região, a perseguiu até localizá-la, tendo-a decapitado e voltado para a aldeia onde vivia carregando a cabeça dela em uma das mãos.
     Enquanto conversávamos com ele o fizemos ver uma outra vida passada onde ela foi filha dele e foi vendida para um grupo de nômades quando tinha uns 12 anos de idade aproximadamente, tendo vivido como escrava. Sofreu muito nessa existência pois além de trabalhar nos afazeres domésticos ainda era utilizada para a satisfação sexual dos homens desse grupo, tendo ficado com muita raiva do pai por tê-la feito passar por aquilo. Ele alegou que tinha outros filhos e que precisava do dinheiro mas enfim, é uma questão que não nos compete julgar, apenas lhe mostramos que insistir em vingança só lhe traria mais dissabores, o que ele acabou entendendo.

     Pedimos então para que ele desfizesse os males que estava provocando na consulente. Ela tem sentido fortes dores de cabeça ultimamente e, além da tal espada enfiada goela abaixo, ele disse que alguns seres 'mexeram' nas veias do cérebro dela a fim de lhe provocar as dores. Perguntei-lhe a quem ele pedira ajuda para fazer isso pois ele não parecia ser do tipo que detivesse conhecimento para tanto. Ele confessou que contratou uns outros espíritos para fazer isso e então lhe perguntei o que ele havia prometido em troca. O coitado ingenuamente disse que havia oferecido ouro a eles. 'Puxamos' esses seres e apareceram três entidades maltrapilhas em péssimas condições; eram na verdade 'bois de piranha', seres enviados por outro para nos despistar. Mais um 'puxamento' e veio o verdadeiro articulador da trama, que usava aquele espírito 'ex-noivo', fazendo-o pensar que estavam trabalhando pra ele quando na verdade estavam usando a ligação cármica dele com ela e seu ódio para uma outra vingança.

     Este ser tinha uma aparência bem exótica, com chifres retorcidos como de carneiros. Chegou cheio de pompa alardeando poder. Promovemos a incorporação numa das médiuns e já demos um 'trato' no sujeito, tirando-lhe os chifres e lhe devolvendo uma aparência mais humana. Durante o diálogo ele se lamentou que por três vezes havia tentado ser filho dela e que não conseguiu. Perguntei-lhe se ele sabia o motivo de isso ter ocorrido e ele disse que já o haviam mostrado, que era pq ele a espancava em uma outra existência, insisti com ele se era 'só isso' mesmo e foi mostrado aos médiuns que ele a espancava quando ela estava grávida e ele provocou diversos abortos nela por conta desses espancamentos. Explicado bem pro cidadão que ele não havia nascido por conta desse retorno cármico tentamos apaziguar a situação.

     Para ajudar nosso amigo no convencimento, resgatamos uns vinte e poucos espíritos que ele mantinha escravizados e lhe demos uns comandos 'desvitalizantes', informando-lhe de que já estavam disputando quem ficaria com o 'posto' dele quando voltasse e que ele seria escravizado pelos seus ex-companheiros. Diante de tantos argumentos, ele decidiu aceitar nossa proposta de começar uma nova vida, abandonando seus planos de vingança. Começamos pedindo para ele retirar tudo que havia colocado na consulente e ele literalmente 'arrancou' do cérebro extra-físico dela uma espécie de dispositivo eletrônico, um protótipo de 'chip', semelhante a uma pequena lâmpada fina e comprida.

     Na cama dela havia uma série de fios que tinham a função de perturbar o sono e produzir 'descargas' de energias negativas. Interrogando o sujeito sobre se não tinha colocado nenhum 'brinquedinho' em alguma pessoa próxima da consulente, ele afirmou que não, entretanto, foi mostrado a uma das médiuns que ele havia colocado uma pequena bolha escura no ouvido de um ex-namorado da consulente e, questionado, ele confessou que aquilo era para que tudo que ela dissesse ao namorado ele escutasse de maneira diferente, provocando a separação, o que de fato aconteceu.

     Bem, sem forças para voltar ao seu habitat da forma como estava antes, tendo sua desforra terminado, e estando sem perspectiva, o nosso amigo me perguntou pra onde ele iria agora, ao que respondi-lhe perguntando para onde ele queria ir e sugeri que fosse com nossa equipe espiritual. Ele não respondeu 'foneticamente' mas a médium captou sua resposta, ele disse que queria ir para o 'inferno', e dialogou com ele mentalmente, dizendo que essa não era a melhor opção. Enfim, ele foi com a equipe espiritual, após termos apagado de sua memória esses fatos negativos.

     Efetuamos um rastreamento nas vidas passadas da consulente a fim de localizar mais alguma coisa que pudéssemos fazer e uma das médiuns captou uma cena onde vários homens faziam um sacrifício humano. Era algo bem primitivo e a consulente, então um homem, era o lider desse grupo. Havia um homem amarrado ao chão, a consulente enfiava-lhe a lança no coração e mexia para um lado e outro, provocando muito sofrimento neste ser antes dele morrer. Eles faziam isso para um deus qualquer e então aproveitei a situação e começei a falar com eles, que me escutavam mas não sabiam de onde vinha a voz, acreditando que fosse o tal deus, Disse a eles que tinham me servido bem mas que não queria mais mortes em meu nome.

     A princípio ficaram assustados mas depois se ajoelharam em reverência. Apaguei a memória deles e 'despachamos' os que estavam encarnados, tendo ficado, além do que estava sendo sacrificado e a consulente, mais cinco. Todos foram encaminhados pela equipe espiritual. Nesta situação nos defrontamos mais uma vez com o desdobramento inconsciente sendo potencializado e praticamente mantido por alguma entidade desencarnada, no caso o homem que estava sendo sacrificado e mais cinco outros seres que participavam daquela situação.

     Além disso, ainda foi visto que durante o sono físico a consulente se desdobra e mantém relações sexuais com dois homens que numa vida passada, durante a Primeira Guerra Mundial, eram soldados. Ela era uma 'profissional do entretenimento' naquela vida e entretia os dois. Ambos estão encarnados atualmente e provavelmente pertencem ao círculo de relações dela, inclusive são casados, mas a procuram durante o sono para reviver os velhos tempos. Não gostaram de termos identificado esta situação e ficaram bravos, mas apagamos da 'memória inconsciente ativa' de ambos a lembrança dessa vida para que não a procurem mais. Tbm apagamos a memória dela sobre isso para que não se deixe levar.

     Neste atendimento tivemos uma série de eventos que bem demonstram situações complexas que se escondem por trás de fatos aparentemente corriqueiros e que muitas vezes associamos apenas ao stress do dia-a-dia, mas que servem de alerta para que estajamos mais vigilantes sobre nossa vida íntima, espiritualmente falando.

Gelson Celistre




7 comentários:

  1. Parabéns companheiros pelo excelente trabalho! Agradeço também o disponibilizarem estes relatos que certamente vem esclarecer algo que para muitos se encontra oculto. Continuem com esse trabalho maravilhoso. Um abraço. Gi

    ResponderExcluir
  2. Incrivel!!!!
    Muito esclarecedor...e pensar que vivemos com valores totalmente voltados para o mundo material sem conhecermos nossa vida expiritual que é rica em informações e experiências que devemos tomar conhecimento e, assim, mudar nossos objetivos e conseguirmos cumprir nossa missão, principalmente procurar saber quem são as pessoas que convivem conosco agora e resgatarmos nossas dividas com elas.
    Preciso de orientação, pois pretendo fazer a terapia de vidas passadas, onde encontro um profissional que faça isto com sabedoria!
    Aguardo retorno e agradeço pela oportunidade.
    Wilma (Curitiba-PR)

    ResponderExcluir
  3. Oi Wilma,

    Se vc quer se tratar com TVP eu sugiro que vc leia todos os posts que puder desse blog e tbm no meu blog sobre TVP (http://vidaspassadas-terapia.blogspot.com/), assim vai saber o tipo mais comum de situação que pode acontecer durante uma regressão e analisar se o encaminhamento dado pelo terapeuta foi adequado.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  4. Gelson... Parabens pelo trabalho edificante.
    Tenho acompanhado seu blog e a cada dia aprendo um pouco.
    Como disse a Wilma é muito esclarecedor.
    Só tenho que agradecer.
    Gelson tenho algumas duvidas a respeito da fase que estou vivendo agora, pois meu marido fez a passagem para o plano espiritual a 27 dia. Ainda estou muito sofrida, vazia...
    Por acaso Vc teria um e-mail para podermos falar?
    Obrigado.
    Águida - Itanhaem/SP

    ResponderExcluir
  5. Oi Águida,

    Meu e-mail é gelsoncelistre@yahoo.com.br
    Abraço.

    ResponderExcluir
  6. eu nao acredito em nada disso! SÓ ACREDITO EM COISAS QUE VEJO SOU LEIGO NO ASSUNTO E NAO LEVO MUITA 'fé" NO ASSUNTO HEHEHEHE, MAS AS VEZES SINTO ARREPIOS QUANDO ESTOU SOZINHO, Ja vi vultos, eu moro no interior e aqui tem uma velha historia que a casa é mal assombrada e todo mundo que mora aqui nao cresce na vida nesse ponto eu acredito porque é verdade mas se alguem puder me esclarecer um ritual para eu fazer e correr esses espiritos da qui agradeço muito kkk

    ResponderExcluir
  7. já fiz apometria em sbc...hoje moro em ourinhos e aqui não tem.....tenho uma tristeza uma dor no corpo sempre cansada choro atoa ,tenho vontade de morre ,tenho duas meninas e este meu jeito atrapalha elas me ajude por favor....

    ResponderExcluir