quarta-feira, 24 de abril de 2013

A cidade do pecado

     Normalmente não atendemos à distância, mas recebi uma solicitação de atendimento de além-mar e, como se tratasse de um caso que envolvia uma grande quantidade de espíritos em estado de sofrimento, além da própria pessoa que solicitou atendimento, resolvi abrir uma exceção.
     A consulente é mulher, psicóloga, mas tbm possui formação como terapeuta de vidas passadas e hipnóloga, além de ter trabalhado com tarot, astrologia, numerologia e reiki. Resumindo, uma típica terapeuta holística.
     Ela própria descreveu no e-mail as situações pelas quais está passando e que a levaram a buscar ajuda: “Neste preciso momento que estou a escrever o mail, estou com uma dor terrível nos ombros costas e nuca, uma dor que vem de repente. Sofro também de uma dor extremamente forte no plexo solar com a qual fico sem ar e parece que me estão a sufocar e a queimar por dentro... tenho sintomas de diarreia, vomitos, essa dor e ultimamente um prurido imenso na zona genital...  tenho outras situações como sentir imenso frio principalmente à noite,... sinto presenças... também sinto um calor muito forte ao redor das orelhas,... Já ouvi vozes, já ouvi a darem-me instruções, já dei por mim a dar conselhos negativos a algumas pessoas.”
    A consulente ainda relata que: “Outra situação é que já tive sonhos muito reais em que vi colónias no astral de pessoas que estavam presas e eram escravos sexuais. Eu própria desde muito pequena que tenho sonhos de carater sexual nada normais para a idade e pensamentos recorrentes com o mesmo conteúdo, estou a falar de quando era mesmo muito pequena desde os 3, 4 anos. Também já dei por mim a sugar energeticamente pessoas, ou melhor, algo as sugava através de mim... Sinto presenças com frequência e aconteceu por várias vezes que quando mencionam o nome de alguém já falecido em algumas situações choro compulsivamente mas como se estivesse alguem a chorar através de mim. Sei que tenho alguma mediunidade...  Estou a desesperar, já não sei o que é verdade, o que não é, a quem recorrer... sinto-me no dever de lhe avisar que as pessoas que me tentaram ajudar de alguma forma foram prejudicadas e eu não quero isso, mas preciso procurar ajuda para continuar a minha caminhada.”
     Já deu para ter uma ideia dos problemas da consulente e no atendimento tratamos de 6 (seis) frequências dela, onde a quantidade de espíritos que foram resgatadas foi de quase 1.000.000 (um milhão). A primeira frequência em que a encontramos, devido ao caráter de alerta que pode ter para muitas pessoas, vai ser objeto deste post; as demais vou relatar na sequência.




A cidade do pecado

     Ao se conectar com a consulente a médium foi parar num local que poderíamos descrever como um paraíso sexual para os viciados em sexo. Trata-se de uma cidade umbralina onde se reúnem espíritos de pessoas encarnadas (desdobradas) e tbm espíritos desencarnados, para fazer sexo.
     Nessa cidade umbralina, onde os prédios eram todos negros e o cheiro era pútrido e nauseante, havia jovens e velhos, homens e mulheres, heterossexuais e homossexuais, enfim, pessoas com características e orientações sexuais diversas, mas com um elemento em comum, o desregramento sexual. 
     Por desregramento sexual estamos nos referindo à prática sexual exagerada e promíscua. Não se trata de moralismo, mas de descrever a maneira como essas pessoas utilizam sua energia sexual e as consequências que podem advir disso.
     Na cidade do pecado as pessoas andam todas nuas, homens e mulheres, e seus órgãos genitais são deformados. Vamos descrever alguns dos espíritos que foram vistos para vcs terem uma noção. 
     Vimos uma mulher nua correndo pela rua, ela tinha cabelos compridos, era muito magra e o corpo estava coberto de feridas. Estava pálida e com olheiras escuras ao redor dos olhos, uma moça estilo gótico. Tbm andando por ali havia um homem jovem, tbm nu, cujo órgão sexual era tão grande que o pênis era mais comprido que suas pernas e ele andava com dificuldade arrastando o membro genital pelo chão. Seus olhos eram vermelhos e parecia hipnotizado, em transe. Esse dois eram desencarnados mas a maioria dos milhares de habitantes da cidade do pecado é composta por pessoas encarnadas que vem em desdobramento ou durante o sono. Os espíritos das pessoas encarnadas circulam ali embriagados ou alucinados, bebendo, fumando e usando drogas, todos à procura de sexo.
     Uma moça estava sentada numa calçada nessa cidade, escorada na parede de um prédio, nua, e no local de sua vagina havia um buraco escuro, como se ela tivesse lepra e tivesse perdido pedaços de carne ao redor da vagina. Enquanto observávamos passou um rapaz por ela e a moça ficou fitando ele com um olhar de desejo desesperado, querendo fazer sexo com ele ali mesmo.
     A consulente estava nesse local tbm, mas sua aparência não era como a dos demais pois ela apresentava-se com o corpo sem deformidades,  com um vestido curto, cinta liga e fumando uma cigarrilha. Ela é a “prefeita” dessa cidade que na verdade é um imenso bordel umbralino. Ela é uma vampira sexual e se alimenta da energia sexual de outros espíritos. Ela circula com desenvoltura pelo local, sugando energeticamente quem lhe agrada.
     Não é preciso para a consulente fazer sexo com algum espírito para sugar-lhe as energias, embora ela o faça tbm, mas basta ela aproximar a boca como se fosse beijar o outro espírito e da boca dele sai a energia que ela absorve, na forma de uma fumaça tênue. Vários espíritos ali se arrastam na direção dela, gemendo e gritando, implorando por um pouco de prazer.
     Nosso organismo tem uma capacidade limitada de gerar energia sexual. Num ato sexual “normal” onde há uma troca de energias a energia gasta é reposta com a energia do parceiro. Entretanto, a prática sexual exagerada faz com que o organismo gaste mais energia do que o chacra sexual pode gerar pois antes que ele possa se recuperar de uma perda a pessoa faz mais sexo.
     Para satisfazer a demanda, a energia de outros centros energéticos (chacras) é direcionada para o centro genésico (chacra sacro), levando a pessoa a uma desarmonia energética acentuada. Com o tempo todo o conjunto de chacras fica debilitado e podem surgir várias doenças no corpo físico. Na consulente o efeito inicial foi o tal prurido na área genital.
     As pessoas que estão nessa cidade desdobradas, na maioria jovens, parecem não perceber as deformidades em seus corpos. Muitos se desdobram sob efeito de drogas como cocaína, crack, álcool, maconha, etc., e esta cidade umbralina está ligada aqui na dimensão física a vários prostíbulos, casas de massagem, boates e bares/pubs.
     De várias partes do mundo pessoas se desdobram e vão parar nessa "cidade do pecado", atraídos pela energia afim (afinidade vibratória). Vimos vários locais aqui no Brasil, na Costa Rica, nos Estados Unidos e em várias cidades da Europa. No momento em que fizemos o atendimento o número de espíritos que esavam nessa cidade era de uns 4.000, em sua maioria jovens encarnados desdobrados, mas esse número aumenta consideravelmente em finais de semana e à noite.
     Começamos a recolher esses espíritos com auxílio de nossa equipe espiritual e nesse momento a consulente começou a nos atacar, pois não queria que os espíritos fossem retirados dali. Apagamos a mente dela e a reacoplamos em seu corpo físico.

Príapo

     Na mitologia grega Príapo era o deus da fertilidade e geralmente era representado com um pênis ereto de tamanho exagerado. A consulente mantinha esse lugar juntamente com um ser com a aparência desse fauno grego da fertilidade.

     Este espírito, que comandava a "cidade do pecado" juntamente com a consulente, não reencarna há mais de 2.500 anos. Sua última encarnação foi na Grécia antiga e ele foi um jovem libertino viciado em sexo. Quando morreu foi para um local no astral onde haviam outros espíritos viciados em sexo como ele e acabou se especializando em vampirismo sexual.
     Desde então assumiu a forma do deus grego Príapo, um fauno superdotado, com pernas peludas, cascos e uns chifrinhos de bode retorcidos. Quando o localizamos, escondido numa caverna nos arredores da tal cidade, ele entrou em luta corporal com um dos membros da nossa equipe, mas foi subjugado. Havia tbm um templo parecido com o Partenon, onde ele fazia suas orgias, que foi destruído, assim como essa cidade-bordel umbralina.
     Essa foi apenas uma das frequências onde encontramos a consulente e destacamos para que as pessoas procurem entender que somos livres para fazer o que quisermos, mas somos obrigados a arcar com as consequências. Bebida, drogas e sexo podem nos proporcionar um prazer imediato, mas seu uso abusivo provoca profundas desarmonias em nosso espírito, que a médio e longo prazo nos causam muitos sofrimentos, que geralmente se perpetuam na encarnação seguinte, onde nascemos com o organismo debilitado, com doenças ou deformindades genéticas.

Gelson Celistre

2 comentários:

  1. Gelson, porque certas areas do espiritismo, criticam tanto a apometria? tipo isso aqui:
    http://espiritismoxramatisismo.blogspot.com.br/2009/12/o-que-esta-por-tras-da-apometria.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O espiritismo no Brasil tem um caráter dogmático onde se cristalizou como uma religião. O órgão diretor do espiritismo, a FEB, se arroga o direito de dizer o que é certo ou errado em termos de espiritismo, chegando a proibir aos centros espíritas afiliados que leiam ou divulgem determinados escritores. Setores ultraconservadores, como esse site que vc citou, buscam regatar a "pureza doutrinária" do espiritismo, que na prática é tornar os escritos de Kardec como verdades incontestáveis (dogmas) e tudo que não está escrito nos livros de Kardec passa a ser blasfêmia e heresia, contrariando o próprio espírito científico de Kardec.

      Excluir